Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Sete municípios de MS terão novos policiais militares

29 Jul 2010 - 06h52Por
Nesta quarta-feira (28), 154 classificados no concurso  para a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul reuniram-se no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap), para receber instruções sobre o Curso de Formação de Soldados que tem início no dia 1º de setembro.
 
Campo Grande receberá mais 38 policiais. Além da capital, os convocados vão atuar em mais seis municípios do Estado, sendo eles: Paranaíba, Três Lagoas, Corumbá, Jardim, Amambai e Dourados.

De acordo com o tenente-coronel Luiz Altino, essas cidades foram contempladas devido a suas necessidades.

“Três Lagoas e Dourados são duas cidades que vêm crescendo muito, e isso requer mais atenção em relação à segurança também”, explica.
 
De acordo com o coronel Carlos Alberto durante a formação os alunos aprendem várias disciplinas, como: noções de Direito, polícia comunitária, direitos humanos, técnicas operacionais, policiamento ostensivo e outros.

“O curso tem duração de oito meses e com as disciplinas e técnicas que são passadas, esses novos policias estarão aptos para atuar nas ruas e garantir a segurança da população”, conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico