Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 11 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Servidores do Inmetro cruzam os braços por 24h no Estado

12 Jul 2004 - 09h43

Os 44 servidores públicos do Inmetro em Mato Grosso do Sul iniciaram agora há pouco uma paralisação por 24 horas, denominada "Operação Dois Pesos e Uma Medida", para protestar contra a falta de reajuste salarial há oito anos.

Conforme o presidente do Sindinmetro (Sindicato dos Servidores do Inmetro de Mato Grosso do Sul), José Luiz de Oliveira, a categoria reivindica reajuste de 60% para agente metrológico e de 66% para os auxiliares metrológicos, o que elevaria os salários para R$ 1,2 mil e R$ 1 mil, respectivamente.

Hoje os servidores das regionais de Campo Grande e Dourados não vão trabalhar, retomando as atividades amanhã. Com a paralisação de hoje, o Inmetro vai deixar de fazer a fiscalização de bombas de combustíveis, balanças, da qualidade de alguns produtos, de caminhões-tanque, táxis e dos pesos e medidas de várias mercadorias comercializadas por supermercados e demais estabelecimentos em Campo Grande.

No entanto, Oliveira alerta que, caso o governo do Estado não abra um canal de negociações com a categoria no decorrer da semana, a partir da próxima segunda-feira terá início uma “operação tartaruga” e, na eventualidade de o governo não se sensibilizar com o protesto, a categoria poderá cruzar os braços por tempo indeterminado, ficando em vigília na sede do Inmetro, uma espécie de "aquartelamento".

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado