Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 21 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Servidores de Ponta Porã param por 24h para reivindicar reajuste

30 Mai 2007 - 09h43

Os servidores municipais de Ponta Porã cruzam os braços nesta quarta-feira para reivindicar reajuste salarial junto à Prefeitura, administrada por Flávio Kayatt (PSDB). A paralisação de 24 horas tem a adesão dos professores da Reme (Rede Municipal de Ensino).

De acordo com o Simted (Sindicato Municipal de Trabalhadores da Educação de Ponta Porã), os docentes das escolas do município ganham hoje piso salarial de R$ 260 e, como não permitido ganhar menos que um salário mínimo, eles têm o salário complementado.

A categoria resolveu parar porque ainda não obteve uma resposta de reajuste salarial feita ao prefeito em outubro do ano passado que elevaria o piso para R$ 520. Hoje à tarde os professores pretendem fazem um ato político em frente à Prefeitura e à noite vão até a Câmara Municipal para pressionar os vereadores.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)