Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Servidores de Ponta Porã param por 24h para reivindicar reajuste

30 Mai 2007 - 09h43

Os servidores municipais de Ponta Porã cruzam os braços nesta quarta-feira para reivindicar reajuste salarial junto à Prefeitura, administrada por Flávio Kayatt (PSDB). A paralisação de 24 horas tem a adesão dos professores da Reme (Rede Municipal de Ensino).

De acordo com o Simted (Sindicato Municipal de Trabalhadores da Educação de Ponta Porã), os docentes das escolas do município ganham hoje piso salarial de R$ 260 e, como não permitido ganhar menos que um salário mínimo, eles têm o salário complementado.

A categoria resolveu parar porque ainda não obteve uma resposta de reajuste salarial feita ao prefeito em outubro do ano passado que elevaria o piso para R$ 520. Hoje à tarde os professores pretendem fazem um ato político em frente à Prefeitura e à noite vão até a Câmara Municipal para pressionar os vereadores.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos