Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 25 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Servidores completam 8 dias de greve em Iguatemi

20 Jul 2010 - 13h16Por Portal do MS

Mobilização por reajuste salarial completa 8 dias nesta terça-feira em Iguatemi, e a prefeitura já anunciou que não dará qualquer aumento, alegando problemas financeiros.

A greve geral foi deflagrada no dia 12 de junho, em busca de 14% de aumento para os funcionários públicos municipais. Depois da primeira rodada de negociações e a negativa da prefeitura à proposta, o sindicato que representa os servidores propôs reajuste linear de R$ 70,00, que depois foi rebaixado para R$ 50,00, mas que também foi negado pelo executivo.

“Não vamos conseguir dar nada neste ano. Demos 8% no ano passado, apesar da Assomasul (Associação dos Municípios) ter recomendado não reajustar mais de 4%. Hoje sofremos as conseqüências”, admite o prefeito José Roberto Felipe Arcoverde (PSDB).

Com 597 servidores no município, a população já sente os reflexos da paralisação. A prefeitura tem recebido reclamações sobre falta de coleta de lixo e problemas de atendimento em unidades de saúde.

“Já colocamos o Jurídico para verificar se eles estão respeitando o que o juiz determinou que é permanecer com 50% dos funcionários em serviço”, avisa o prefeito.

O sindicato garante que os serviços são mantidos em creches, pronto-socorro, coleta de lixo e transporte escolar.

Na última semana, a prefeitura tentou dar aumento em forma de Auxílio Alimentação de R$ 50,00, mas a categoria rejeitou a sugestão, porque seria apenas para servidores que tem remuneração inferior à R$ 1, 149,12.

“Tentamos de todas as formas apresentar outras sugestões para que a administração concedesse o reajuste, mas todas foram negadas mostrando o total desinteresse da administração com seus servidores. Por isso, nossa única saída é deflagrar a greve e paralisar com o serviço público para demonstrar a nossa indignação com a falta de valorização de nossos servidores”, justificou o Sindicado dos Servidores Municipais de Iguatemi, em nota à imprensa. disse a direção do Sindicato.

Os servidores estão desde o inicio da greve acampados em frente ao paço municipal. Apesar dos protestos, o prefeito diz que a única coisa que pode fazer no momento é apresentar números. “Tento provar que não houve aumento de receita que esperávamos, que tudo ficou estagnado e por isso não temos como reajustar salários”.

Segundo ele, um agravante foi o fechamento do frigorífico Frialto, que demitiu 700 funcionários este ano, reduziu a arrecadação de impostos no município e a circulação de dinheiro.

“A cidade passa por momento difícil, mas estamos pagando em dia e tenho compromisso com a Lei de Responsabilidade Fiscal”, argumenta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGUNDA EMBOSCADA
Empresário de Distribuidora de Bebidas é atingido por 24 tiros e sobrevive
DUPLO ASSASSINATO
Em trama diabólica Homem matou casal de irmãos para receber seguro de vida da ex-mulher
ACUMULOU
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 105 milhões
FAMOSIDADES
Fim do mistério!Namorado de Maria Melilo é empresário,75 anos e patrimônio de R$ 200 milhões
CRUELDADE
Após assalto, idosa de 81 anos espancada por bandidos, morre
DELIQUENCIA
Aluno fazia ameaças e com uma faca golpeou o professor em sala de aula
CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DO TRABALHO
Campo Belo Resort com 40% de desconto nas diárias para o feriado do Dia do Trabalhador, CONIFIRA
CRISE A VISTA
Preço da gasolina ultrapassa marca de R$ 5 no Distrito Federal
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle tomou muitos remédios antes de morrer, segundo colega de infância
INSANIDADE
Vídeo mostra suspeito carregando no colo menina de 6 anos antes de matá-la