Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Servidores administrativos da PF podem fazer nova paralisão

2 Mai 2007 - 16h48

Servidores do setor administrativo da Polícia Federal aguardam para o final da tarde de hoje (02) decisão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para pedido de antecipação da audiência marcada para o dia 17 desse mês. Caso a antecipação não ocorra, uma paralisação geral está marcada para os dias 7 e 8 de maio em todo país, de acordo com a presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (Sinpec-PF), Hélia Cassemiro.

O protesto é pela reestruturação do Plano Especial de Cargos (PEC). De acordo com o sindicato, entre os problemas enfrentados pela categoria está o aumento da terceirização e o desvio de função.

"Nós gostaríamos de antecipar a data do dia 17 pela urgência em discutir a organização da atividade meio da Polícia Federal. Enquanto isso não acontece, a terceirização se alastra, há desvio de função e o policial passa a fazer a nossa função administrativa e isso culmina num gasto muito maior para a União”, explica a presidente do Sinpec.

Hélia Cassemiro acredita que com a organização da atividade meio e com a reestruturação o governo irá economizar, “repercutindo” no contribuinte um serviço mais ágil. Hoje, são 3,5 mil servidores exercendo atividades administrativas e mais de 2 mil terceirizados. Segundo a sindicalista, o último concurso ocorreu em 2004 e apenas 1.832 servidores foram aprovados, não cobrindo o número de funcionários terceirizados, principalmente nos estados.

“Pedimos ao governo que agilize o reinício dos trabalhos, porque desde 2005 nós estamos pedindo essa reestruturação. O plano foi criado sem cargos próprios, sem tabela de vencimentos própria e desses 1.832 concursados mais de 500 servidores já foram para outros órgãos com carreira organizada e estruturada.”

 

 

Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'