Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 21 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Serra torna salário de R$ 600 em bandeira de sua campanha

17 Set 2010 - 17h52Por Folha Online

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, intensificou, na propaganda de rádio e televisão, a divulgação da proposta de elevar dos atuais R$ 510 para R$ 600 o salário mínimo no ano que vem.

A estratégia é transformar o aumento numa marca da propaganda tucana. Segundo o comando da campanha, o tema "vingou" e será continuamente explorado.

Mencionada por Serra pela primeira vez na última sexta-feira, durante um ato de campanha em São Gonçalo (RJ), a proposta começou a aparecer no fim de semana em comerciais na TV.

Ontem, dominou os programas de rádio do candidato, às 7h e às 12h30, e teve destaque no programa de TV noturno.

No rádio, foi criado até um jingle, que diz: "Salário mínimo decente/ 600 reais/ posso sonhar, posso comprar/ posso pagar a prestação/ mínimo a 600/ com Serra eu tenho mais dinheiro na mão".

Os programas também trouxeram depoimentos de pessoas dizendo o que fariam com R$ 600 ("dá pra comprar mais carne", "visitar minha família no Norte" etc.).

Apesar de ameaçar o equilíbrio das contas públicas --a medida significaria despesas de R$ 17 bilhões em 2011, quando não haverá folga aparente nas contas federais-- Serra diz, ao fim do programa: "Dá para fazer perfeitamente. O problema não é de dinheiro não. É vontade política, competência, capacidade técnica".

Assessores do candidato afirmam que a proposta está embasada em um minucioso estudo técnico.

Na TV, foi exibido um quadro comparando a evolução do valor do salário mínimo federal (identificado como "de Dilma") com o de São Paulo, onde o valor é maior.

E Serra então afirma: "Sou economista, fui ministro, sei fazer conta. O salário mínimo vai pra R$ 600 já no ano que vem no Brasil inteiro".

Já num dos comerciais de TV, são exibidas cinco cédulas de R$ 100 e uma de R$ 10 --representando o salário mínimo atual, de R$ 510.

A nota de R$ 10 é então trocada por uma de R$ 100, totalizando os R$ 600 da proposta de Serra, enquanto o locutor diz: "Com Serra presidente, sai o vermelho e fica tudo azul", fazendo um trocadilho com as cores do PT e do PSDB, as mesmas das cédulas de R$ 10 e de R$ 100, respectivamente.

Os comerciais de TV (em geral com 30 segundos) e os programas de rádio são os formatos que mais atingem as classes mais populares, já que é comum os telespectadores desligarem a TV ou saírem da frente do aparelho durante os programas exibidos às 13h e às 20h30, com duração de 50 minutos cada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE GRAVE
Acidente com van escolar deixa dez crianças feridasí; duas estão em estado grave
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Rock é dopado, perde luta e Paixão é anunciado campeão
TRAGÉDIA NA CIDADE
Assassinato de 3 pessoas e um suicídio assusta moradores de cidade
MORTE TRAGICA
Mulher morre após ter 98% do corpo queimado ao acender churrasqueira
CRIME DESVENDADO
Autor do Crime da Mala é identificado 11 anos depois por exame de DNA
FAMOSIDADES
Neymar paga salário de quase R$ 50 mil por mês para cada parça
ATENTADO NA ESCOLA
Aluno esfaqueia professor em escola e se fere em seguida; aulas são suspensas
CAMPO BELO RESORT
Atenção Escolas, o Campo Belo Resort é o lugar perfeito para receber grupo escolar, VEJA COMO
FÁTIMA DO SUL - CACAU SHOW
Surpreenda quem você ama com lindas cestas na Cacau Show de Fátima do Sul
FALAM EM MILAGRE
Túmulo que verte água em cidade do Paraná intriga moradores. Não há explicação