Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 19 de julho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Serra diz que PT tem ligação com as Farc

19 Jul 2010 - 17h21Por Terra

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, disse na tarde desta segunda-feira (19) em Belo Horizonte que o PT tem ligações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, as Farc. "Ligação do PT é com as Forças Armadas Revolucionárias Colombianas. Isso todo mundo sabe. Agora, a Farc é uma força ligada ao narcotráfico. Isso não significa que o PT faça narcotráfico". Serra elevou o tom das críticas ao partido da candidata ao Planalto, Dilma Rousseff, e voltou a cobrar investigação sobre possível uso de dossiê pelo PT para investigar candidatos tucanos. "Essa questão (quebra de sigilo) usada como arma para baixaria eleitoral tem que ser apurada pela Justiça. É um crime muito grave, como outros que têm sido praticados".

Durante inauguração do comitê central tucano na capital mineira, o presidenciável tentou desconversar sobre as críticas que o candidato a vice em sua chapa, Índio da Costa (DEM) tem feito aos adversários petistas. Índio foi o responsável por acusar a sigla do presidente Lula de ter ligação com o narcotráfico. "Os esclarecimentos sobre o que disse ou o que não disse, o próprio Índio fará. Agora, de toda maneira, aí nós estamos discutindo opiniões. Alguns podem gostar, outros podem não gostar".

E as farpas não pararam por aí. Segundo o tucano, quando o "PT faz algo ilegal, a vítima que é culpada. Quando pratica algo ilegal com alguém, a vítima passa a ser culpada. Quando condenado pela justiça, a Justiça passa a ser culpada. É realmente uma capacidade de metamorfose sensacional".

Lula não é candidato
Ao lado do ex-governador e candidato ao Senado, Aécio Neves (PSDB), e do governador Antonio Anastasia (PSDB), Serra admitiu que as "conquistas obtidas" no Brasil deverão ser mantidas, mas voltou a alfinetar os pontos que, segundo ele, ficaram para trás, como saúde, segurança e educação. O presidenciável tentou minimizar a influência que Lula pode ter no resultado das urnas. "O Lula não é candidato, não é em torno dele que a campanha está centrada. A partir de janeiro, ele não é mais presidente. Eu gostaria mesmo é que os candidatos pudessem debater idéias e projetos".

Repetindo o discurso que fez em BH, há exatamente uma semana, o ex-governador paulista voltou a culpar o governo federal pela ausência de obras na capital mineira. Ao citar os investimentos necessários para a Copa de 2014, ele destacou a importância de ampliar o metrô, o Aeroporto de Confins e o anel viário da cidade.

A campanha tucana, como forma de marcar posição no segundo colégio eleitoral do Brasil e tentar barrar a ascensão de Dilma no Estado, decidiu intensificar a campanha de Serra em Minas. O próprio tucano destaca que o Estado merece atenção especial pelo "peso político, demográfico, cultural e econômico que tem".

Após a inauguração do comitê central, os candidatos embarcaram para Divinópolis, a 100 km da capital, para participar de uma carreata e corpo a corpo com eleitores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso
ATENTADO
Saiba quem é a mulher que empurrou padre Marcelo Rossi do palco
ASSALTANTES
Agricultor reage e mata dois ladrões que tentavam assaltar propriedade