Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Senador Delcídio vai priorizar saúde, educação e segurança

7 Out 2010 - 10h54Por Dourados News
O senador Delcídio do Amaral dará prioridade nos próximos anos a três setores diretamente relacionados à area social, para melhorar a qualidade de vida em Mato Grosso do Sul.

“Eu sou um parlamentar focado em logística e infraestrutura, mas as minhas prioridades no segundo mandato serão a saúde, a educação e a segurança pública”, revelou, durante entrevista nesta quinta-feira ao Bom Dia MS, da TV Morena.

Delcídio vai trabalhar junto ao governo federal no sentido de trazer para o estado as Unidades de Pronto Atendimento-UPAs, que proporcionam atendimento de emergência, além da implantação de hospitais regionais nas cidades pólo do interior e de um centro de prevenção e tratamento do câncer em Campo Grande, associado ao Hospital do Câncer de Barretos (SP), um dos melhores do país. Na educação, a meta é dobrar de 7 para 14 o número de escolas técnicas, e no setor de segurança, além do aparelhamento das polícias e da garantia de remuneração digna para pms e policiais
civis, o estabelecimento de uma política específica para a região de fronteira.

O senador dará atenção especial também às questões ligadas ao transporte ferroviário, como forma de melhorar o escoamento da produção sul-mato-grossense.

“Primeiro é preciso revitalizar a antiga Noroeste. Há alguns meses estive com o Bernardo Figueiredo, presidente da ANTT, e ele deixou claro que se a ALL (América Latina Logística – empresa detentora da concessão de exploração da malha ferroviária do estado) não cumprir o Termo de Ajustamento de Conduta, a concessão será cassada.A segunda ferrovia já está no PAC. É o ramal da Norte-Sul que sai de Panorama (SP) e vai a Dourados e Porto Murtinho, fazendo transbordo para o transporte de
minério de ferro de Corumbá e dos grãos produzidos na Grande Dourados e no Sul do estado”, disse.

Na entrevista ao jornalista Ginez César, Delcídio garantiu que continuará ajudando Mato Grosso do Sul a se desenvolver, independente das diferenças partidárias.

“Como o slogan da minha campanha diz, eu sou um senador de todos.Se houve enfrentamento político aqui isso é diferente lá em Brasília, onde trabalhamos juntos para garantir os recursos necessários ao desenvolvimento econômico e social do nosso estado”, acentuou.

O senador descartou qualquer possibilidade de ocupar cargo executivo no próximo governo.

“Eu tenho um projeto claro que é ser governador de Mato Grosso do Sul. Conversei com a candidata do meu partido à presidência da república, ex-ministra Dilma Roussef, e deixei claro que , em caso de vitória dela, não posso assumir nenhum cargo federal porque tenho que ficar focado em Mato Grosso do Sul. Vou continuar trabalhando como eu sempre fiz, caminhando pelo estado, município a município, lutando por investimentos que ajudam a melhorar a vida das pessoas. Para um corumbaense que nasceu lá na barranca do rio Paraguai vai ser uma honra, se Deus e o povo assim o permitirem, governar o estado onde nasceu”, concluiu Delcídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico