Menu
SADER_FULL
segunda, 16 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Senador chama deputado que quer proibir MMA de irresponsável

9 Set 2013 - 14h08Por Capital News

Após a divulgação do projeto de lei do deputado federal José Mentor (PT-SP), que visa proibir as transmissões dos eventos de Artes Marciais ou Esportes de Combate não olímpicos nas tvs abertas brasileiras, um sinal amarelo foi aceso no esporte que mais cresce no mundo após o deputado chamá-los de "rinhas de galo humanas" devido a violência. 

Afirmando que "violência são políticos viverem bêbados publicamente nas esquinas e as novelas", o senador Magno Malta defendeu a exibição dos eventos e atacou o deputado José Mentor e sua "iniciativa irresponsável, indecente, desnecessária, com falta de fundamento, conhecimento e sensibilidade", durante o primeiro congresso brasileiro de MMA, realizado na última sexta-feira (06) no Rio de Janeiro.

Como exemplo para defender os esportes de combate não olímpicos e as artes marciais, o senador citou o triste momento para o mundo do esporte, onde Ayrton Senna sofreu um acidente fatal e faleceu momentos depois, no grande prêmio de San Marino, transmitido ao vivo pela Rede Globo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade
FAMOSIDADES
Luan Santana faz declaração emocionante a Padre Fábio de Mello: ''Obrigada pelos dias maravilhosos''
ARTIGO - DIA DO ROCK
DIA DO ROCK - ARTIGO: 'Há um tempo atrás não muito distante...', por Lucio Gazola
DEUS SALVE O REI
Catarina é desmascarada por Afonso e é presa