Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Senado vota Lei de Falências na próxima terça-feira

2 Jul 2004 - 18h00
 

O Senado começará a semana de esforço concentrado, antes do recesso de meio de ano, votando na terça-feira (6) as emendas apresentadas à nova Lei de Falências e iniciando a votação da reforma do Judiciário. Também na terça, deputados e senadores se reúnem na Comissão Mista de Orçamentos (CMO) para apreciar o relatório do senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2005.

O Congresso só pode começar o recesso de julho depois devotar a LDO. Nesta segunda-feira (5), em que a sessão do Plenário será não deliberativa, líderes partidários se reunirão à tarde, no Senado, com o ministro Aldo Rebelo, da Coordenação Política, para decidir que outros projetos os senadores podem votar nesta semana de prorrogação dos trabalhos do Congresso.

O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou que existe acordo e deverão ser votadas, com certeza, a nova Lei de Falências, a reforma do Judiciário e a LDO. O governo gostaria de que também fosse apreciada pelo Plenário a Lei de Biossegurança, mas a tramitação do projeto está atrasada e dificilmente o assunto entrará na pauta do Plenário deste semestre.

A Lei de Biossegurança, que trata entre outras coisas de clonagem e de transgênicos, é polêmica e alguns senadores querem discutir a matéria com mais calma em pelo menos duas comissões. Também há dificuldades para se votar em Plenário, nesta semana, o projeto que institui as Parcerias Público-Privadas (PPP). O governo ainda não conseguiu fechar com as oposições acordos sobre todos os pontos da Lei de Biossegurança e da PPP.

Os senadores deverão ainda apreciar nesta semana indicações de nomes feitas pelo presidente da República de pessoas que vão ocupar cargos em tribunais e em áreas estratégicas do governo. A idéia das lideranças governistas é terminar todas as votações até quinta-feira (8), inclusive com uma sessão do Congresso para a aprovação final da LDO. Com isso, deputados e senadores iniciarão seu período de recesso, voltando a Brasília na primeira semana de agosto.


Agência Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATAQUE CANINO
Criança de dois anos é morta no quintal de casa por cachorro rottweiler
INFANTICIDIO
Padrasto teria sentado em cima da cabeça de bebê que morreu,foi espancado na cadeia
SOB INVESTIGAÇÃO
Jornalista do site Lei Seca Maricá foi assassinado com 3 tiros
VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento