Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Senado pode adiar votação da Lei de Biossegurança

5 Jul 2004 - 14h27
 

A votação da Lei de Biossegurança, um dos projetos prioritários do governo, pode ficar para o segundo semestre. Segundo a Agência Senado, o governo gostaria que o texto fosse apreciado esta semana pelo Plenário, mas a tramitação do projeto, já aprovado pela Câmara dos Deputados, está atrasada e dificilmente o assunto entrará na pauta antes do recesso parlamentar - que começa na próxima semana e termina no início de agosto.

A Lei de Biossegurança, que trata de temas como clonagem e alimentos transgênicos, é polêmica e alguns senadores querem discuti-la com mais calma em pelo menos duas comissões. Além disso, o governo ainda não conseguiu fechar acordos com as oposições sobre todos os pontos da Lei.

Antes da votação, é preciso haver consenso entre as lideranças parlamentares da base governista e da oposição para a elaboração de um relatório final conjunto de quatro comissões que avaliam o projeto. Boa parte dos senadores rejeita o poder dado pelos deputados ao ministério do Meio Ambiente. Para os senadores, o Meio Ambiente é, por princípio, contra os transgênicos e usaria tal poder para barrar o plantio e a venda desses produtos.

 

Agência Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'