Menu
SADER_FULL
segunda, 22 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Senado mantém corte de 8.527 vereadores no país

30 Jun 2004 - 07h14
O senado decidiu hoje pelo arquivamento da PEC (proposta de emenda constitucional) que tornava mais branda a redução do número de vereadores no país. Com isso, a partir das próximas eleições municipais, o país terá menos 8.527 vagas em disputa em todas cidades do país.

A proposta reduzia em 5.062 o número de vereadores no país. Se ela fosse aprovada, seria derrubada a resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que reduzia para 8.527 vagas o número de vereadores, totalizando 3.465 cadeiras a menos do que o proposto na chamada PEC dos vereadores.

O senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB-TO) aproveitou a ausência do presidente José Sarney (PMDB-AP) na sessão e colocou a matéria em votação. Quando 52 senadores já haviam votado, Siqueira Campos encerrou a votação. A PEC foi derrubada por 41 votos a favor e 11 contra. A matéria precisaria de 49 votos favoráveis para ser aprovada.

O presidente do TSE, ministro Sepúlveda Pertence, havia garantido que, se a PEC fosse aprovada pelos senadores até o dia 30 de junho (quarta-feira), as mudanças valeriam nas eleições municipais de outubro deste ano.

 

Folha On Line


Deixe seu Comentário

Leia Também

CIENCIA
A estranha imagem 'que se move' e intriga a internet
DOURADOS - UNIPAR EAD
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
ASSALTO A ONIBUS
Bandidos fortemente armados roubam três ônibus de turismo na BR-116
ACIDENTE FATAL
Mulher morre após colidir e capotar carro; veja vídeo
EMBRIAGADO
Condutor bêbado atropela duas crianças na calçada; menina de 7 anos morreu
NOVELA GLOBAL
'Minha mãe me usou, me prostituiu', lamenta Karola em 'Segundo sol'
SERÁ?
Bolsonora se assume candidato a ditador e oferece aos opositores a cadeia ou o exílio
DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos