Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 24 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Senado aguarda audiências com BC e BB

16 Ago 2004 - 14h33
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) ainda não recebeu resposta ao ofício que encaminhou na última quarta-feira ao Banco Central e ao Banco do Brasil convidando os seus presidentes para que participem da audiência pública que será realizada em conjunto com a Comissão de Fiscalização e Controle ( CFC). O presidente da CAE, senador Ramez Tebet (PMDB-MS) solicitou a Henrique Meirelles, do BC, e a Cássio Casseb, do BB, que compareçam o mais breve possível ao Senado. Portanto, se confirmarem a presença, Tebet poderá acertar com o presidente da CFC, senador Ney Suassuna ( PMDB-PB), a audiência conjunta das duas comissões para a próxima terça-feira (24). Como não foi uma convocação, que possui um prazo regimental de 30 dias a contar da aprovação dos requerimentos, a audiência com Meirelles e Casseb depende da manifestação dos dois.

O acerto firmado na CAE, na última terça-feira (10) amenizou o tom dos requerimentos do líder da minoria, senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), subscritos também pelos senadores José Agripino (PFL-RN) e Efraim Morais (PFL-PB), que solicitavam a presença de Meirelles e Casseb com base nas denúncias veiculadas pela imprensa de sonegação fiscal e transferência ilegal de recursos para o exterior, entre outras. Meirelles foi formalmente convidado a dar informações sobre as medidas já adotadas para reduzir a vulnerabilidade externa do país e Casseb, para prestar esclarecimentos sobre os critérios do BB para a concessão dos seus patrocínios.

                        Projetos

Se não for confirmada a reunião com os presidentes do BC e do BB, a CAE deverá examinar seis projetos não terminativos no esforço concentrado marcado para a próxima semana, já que a pauta do Senado continua obstruída por medidas provisórias e o projeto de lei que, entre outras providências, prorroga os incentivos para o setor de informática. O primeiro item, se não houver inversão de pauta, será o projeto do senador Romeu Tuma (PFL-SP) que inclui os portadores da hepatite C ou da hepatite B, em sua forma crônica, entre os contribuintes isentos do imposto de renda.

            O texto original da proposta está sendo restabelecido, com apenas uma única emenda de redação, pela senadora Ana Júlia Carepa (PT-PA), que propõe em seu relatório a rejeição do substitutivo aprovado na Câmara dos Deputados, por questionar as mudanças feitas naquela Casa estendendo aos portadores de hepatopatias graves alguns benefícios concedidos aos infectados com o vírus HIV e aos doentes de AIDS. Se aprovado na CAE, o projeto de Tuma deverá ir direto para o Plenário.

Outro assunto a ser examinado pela CAE é o relatório do senador Mão Santa (PMDB-PI) favorável à proposta do senador José Agripino que institui a bolsa de aperfeiçoamento profissional, que permite estágio remunerado em empresas e universidades, financiado parcialmente com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). A bolsa, no valor mensal equivalente a R$ 200 (reajustado anualmente de forma a manter o seu valor real), será concedida pelo prazo máximo de seis meses, podendo ser renovada uma única vez por igual período, sem criar, no entanto, vínculo empregatício. O estágio só será custeado integralmente pelo FAT quando for em universidade pública.

Como ainda não há um acordo definitivo entre os líderes partidários sobre o destino do projeto que disciplina os contratos e o funcionamento das Parcerias Público-Privada - a chamada PPP (a liderança do governo continua insistindo em votar a matéria durante o período que antecede as eleições municipais de outubro), não está descartada a possibilidade de a CAE incluir a proposta na sua pauta de votações.

 

Agência Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção