Menu
SADER_FULL
domingo, 23 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Semy quer contribuição de MS na proposta de reforma política

26 Out 2004 - 17h37

Reunir a classe política, o Poder Judiciário, o Ministério Público e a sociedade organizada de Mato Grosso do Sul em uma discussão para contribuir com a proposta de reforma política em trâmite no Congresso Nacional. Este é o propósito do deputado estadual Semy Ferraz (PT) que, durante sessão deste 26 de outubro na Assembléia Legislativa, propôs a audiência pública “Reforma Política e o Abuso do Poder Econômico” para 2 de dezembro. Segundo ele, o momento é oportuno para discutir o tema, já que foram inúmeros os exemplos de situações envolvendo abuso de poder econômico nas últimas eleições, como compra de votos e propagandas irregulares.

Para o deputado, houve recentemente um grande avanço em relação à lisura do processo eleitoral, com a aprovação da lei 9.840, de iniciativa popular, para a qual entidades como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) recolheram mais de um milhão de assinaturas. “É uma lei importante para o combate à corrupção eleitoral, que está permitindo que a Justiça casse candidatos que abusaram do poder econômico”, disse Semy, completando: “Mas precisamos avançar e discutir o financiamento público de campanhas, instrumento fundamental para colocar os candidatos em igualdade e coibir práticas que ferem a liberdade do voto”.

A intenção de Semy é convidar, para a audiência, consultores técnicos que tratam da reforma política na Câmara dos Deputados e os parlamentares federais do Estado, para fazer o resultado da discussão chegar à proposta final no Congresso. “Através da consultoria técnica da Comissão da Reforma Política e dos nossos deputados federais, poderemos incorporar as conclusões da audiência à discussão em âmbito nacional, já que temos diversos exemplos de situações a serem combatidas por uma nova legislação eleitoral”, concluiu. O deputado é favorável ao financiamento público de campanhas, mas defende uma legislação rígida que impeça todas as manobras de candidatos para buscar recursos de formas ilícitas.

 

 

Assembléia Legislativa

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar prêmio de R$ 22 milhões
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH