Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 18 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Semy cobra posição sobre CPI da Brasil Telecom na Assembléia

19 Out 2004 - 13h01

Durante a sessão da Assembléia Legislativa neste 19 de outubro, o deputado estadual Semy Ferraz (PT) cobrou um posicionamento da Mesa Diretora sobre o requerimento aprovado para criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Brasil Telecom. Com objetivo de investigar o não pagamento de ações referentes a vendas de linhas telefônicas no início da década de 1990 por empreiteiras ligadas à Telems (hoje Brasil Telecom), a CPI foi proposta pelo deputado em 25 de maio, e recebeu a adesão de 10 deputados, sendo necessários apenas oito. Entretanto, não foi implantada devido à pressão da operadora e, em seguida, ao período eleitoral que se iniciou em julho.

O deputado Antônio Carlos Arroyo (PL), presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) informou que até o dia 21 deverá comunicar o parecer do deputado Raul Freixes (PTB) sobre a questão. Freixes é o responsável por avaliar um parecer jurídico da Brasil Telecom pela não criação da CPI, e outro da ABCCON (Associação Brasileira da Cidadania e do Consumidor) favorável à criação. Se o parecer do petebista for favorável, Semy espera que a comissão seja instalada ainda este ano, para obrigar a operadora e as empreiteiras envolvidas no PCT (Programa Comunitário de Telefonia) a atenderem as convocações da Casa, já que não compareceram às audiências públicas e reuniões.

Conforme as justificativas apresentadas por Semy, no início da década passada, a Telems emitiu ações para captar recursos junto a consumidores interessados em adquirir linhas telefônicas através do PCT, pois não possuía recursos para expansão de sua rede telefônica. Para isso, ela contratou as empresas Consil, Inepar, Construtel, Etel e Comunitel, que construíram as redes e centrais telefônicas com recursos de 42 mil consumidores atendidos. Entretanto, as ações não foram entregues aos consumidores, e a Brasil Telecom nega-se a ressarci-los. “É nesse ponto que a CPI pretende atuar, pois o caso constitui a maior lesão à poupança popular já ocorrida em nosso Estado”, afirmou.

 

 

Assembléia Legislativa

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares