Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 19 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Sem-terra ligados ao MST e à Fetagri invadem fazenda em Jardim

5 Set 2007 - 09h30

Sem-terra ligados ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) e à Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar) invadiram no último fim de semana a Fazenda Meira Fernandes, em Jardim. Pelo menos 300 sem-terra ocupam a área pertencente à empresa Agropecuária Meira Fernandes Lucrativa, de São Paulo.

O gerente da fazenda Valmir Manari Osório acionou a Polícia Civil e cobrou providências para a desocupação da área que fica às margens da BR-060, na região chamada de Boqueirão Velho. Ele relatou que os manifestantes chegaram em vários veículos e começaram a instalar cerca de 100 barracos na fazenda.

O proprietário da fazenda, Donizete Meira Fernandes, tem cerca de 6 mil cabeças de boi das raças Nelore e Pardo Suíço na área. Eles instalaram-se nas áreas destinadas ao nascimento dos animais, o que já vem causando prejuízo porque aumentou o número de matrizes que abandonam os bezerros.

Os sem-terra chegaram à fazenda em um caminhão Mercedes Benz de cor branca, em duas caminhonetes, além de veículos como Passat, Fusca e um Gol. Outros também estavam em motocicletas e em uma carroça. Ao chegar no local, eles começaram a montar os barracos e hastearam duas bandeiras, sendo uma do MST e outra da Fetagri.

A empresa Meira Fernandes, através da advogada Janet Mariza Ribas, já entrou com ação de reintegração de posse. O pedido é analisado pela juíza Eucélia Moreira Cassal, da 2ª Vara de Jardim. O Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) já teria feito uma vistoria na fazenda e constatado que a área é produtiva.

Outra invasão

Em julho deste ano, sem-terra já haviam invadido outra propriedade em Jardim. Manifestantes ligados à Fetagri ocuparam a Fazenda Jamaica de propriedade da Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial, entidade presidida pelo reverendo sul-coreano Sun Myung Moon.

Eles permaneceram por cerca de um mês na área e acabaram saindo pacificamente do local após ordem de despejo expedida pelo juiz Wilson Leite Corrêa, em substituição na 2ª Vara de Jardim.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura
ACIDENTE NA ESCOLA
Criança de 7 anos tem ferimentos graves após trave de futebol cair em sua cabeça em escola
ESTUPRO
Grávida de 20 anos foi estuprada ao pegar carona. Tarado filmou a ação
ACERTO DE CONTAS
Homem é morto a facadas e tem cadeado colocado na boca
POLEMICA
Funcionária de creche chamada de 'vadia' em faixa exposta em praça de MG recebe apoio