Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Sem marcar há 3 jogos, Palmeiras perde para o Guarani

29 Jul 2004 - 08h36
Sem balançar as redes rivais há três rodadas, o Palmeiras perdeu por 1 a 0 para o Guarani, nesta quarta-feira à noite, em Campinas, resultado que fez o rival sair da da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e tirou o time da capital do zona de classificação para a Libertadores-05.

O time do técnico Estevam Soares, que utilizou o sexto ataque diferente neste Nacional --estreou Renaldo--, passou em branco e quem fez a lição de casa foi o Guarani, que chegou aos 19 pontos ganhos.

Os palmeirenses, que não vencem há três jogos --além da derrota desta quarta, haviam empatado com o Figueirense (0 a 0) e perdido para o Paysandu (1 a 0)--, estão com 31 pontos e caíram da quarta para a quinta colocação. A última vitória foi contra o Grêmio (2 a 0), no dia 17 de julho.

Além disso, este foi o quarto jogo sem vitória do time do Parque Antarctica atuando fora dos seus domínios.

O jogo

O Palmeiras de Estevam Soares apostou as fichas na estréia do atacante Renaldo, que chegou ao clube confiante e entrou como titular, mas frustrou o treinador. O novo reforço começou o jogo ao lado de Rafael Marques, que saiu na etapa final para a entrada de Kahê.

Neste torneio, a formação de ataque mais utilizada foi Muñoz-Vágner, em nove escalações. Mas Estevam não pôde repetir a dupla: o colombiano foi operado do joelho e Vágner --artilheiro do time com oito gols-- foi negociado com o CSKA da Rússia (na terça ele foi se despedir de seus companheiros).

Outra esperança do técnico palmeirense para ajudar no ataque é a vinda de Osmar, do Santo André, que se apresenta na segunda.

Melhor para o Guarani, que vinha de semana turbulenta: trocou o técnico Zetti por Lori Sandri e afastou oito jogadores --dentre os quais o atacante Viola.

Depois de muitas chances desperdiçadas pelo ataque palmeirense na primeira etapa, os dois times foram para o vestiário sem movimentar o placar.

No segundo tempo, quando o treinador palmeirense ainda confiava no seu ataque, foi o Guarani que conseguiu marcar aos 7min, com Luiz Fernando, num chute da entrada da área que entrou no canto direito do goleiro Sérgio.

O Guarani passou a jogar recuado após o gol e segurou a igualdade até o apito final do juiz Edílson Pereira de Carvalho.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo