Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 18 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Sem contraproposta, petroleiros podem parar produção

8 Out 2004 - 16h07
Os trabalhadores da BR Distribuidora estão reunidos em assembléia em frente à fábrica em Duque de Caxias. Eles protestam contra a direção da empresa, que ainda não apresentou uma contraproposta de reajuste salarial. A categoria ameaça fazer greve e reivindica reajuste salarial de 7,81%, mais aumento real de 10% a título de produtividade, a redução da jornada de trabalho para 36 horas semanais e piso salarial mínimo de R$ 1.300,00.

Às 12h, os funcionários da sede da BR Distribuidora, no bairro da Tijuca, também pretendem protestar contra o que consideram descaso da direção da empresa. Ontem, o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo do Rio suspendeu a segunda rodada de negociação salarial meia hora após a abertura do encontro, porque o presidente da BR, Rodolfo Landin, não compareceu à reunião.

A BR Distribuidora possui 1.682 funcionários no Rio, o que representa 45% do quadro de pessoal em todo o país.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIAMESAS
Mulher dá à luz gêmeas siamesas de 3,700KG as duas
ACIDENTE DE TRABALHO
Homem morre ao ser puxado por colheitadeira quando fazia limpeza
TENTATIVA DE HOMICIDIO
Cansada de apanhar mulher desfere golpes de faca em companheiro
POLICIAIS CORRUPTOS
PMs são denunciados por ligação com tráfico; bandidos fizeram foto em caveirão
NOVELA GLOBAL
Camilo descobre segredo de Chiclete e Vivi em 'A dona do pedaço'
LIBERADO
PIS/Pasep para nascidos em agosto já está liberado
ALUCIENÓGENO
Video: Vovó fica doidona ao provar acidentalmente maconha do neto
TARADO AGIU NA IGREJA
Homem é preso após abusar de criança de 4 anos dentro de igreja
CRUELDADE
Adolescente que estava desaparecido foi brutalmente assassinado e queimado
TRAGÉDIA ABSURDA
Homem mata mulher e filha de 11 anos e se mata por não aceitar fim da relacionamento