Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 24 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Secretário do MEC defende mudanças na educação no meio rural

15 Jul 2004 - 16h20

O secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, Ricardo Henriques, defendeu no I Encontro Nacional da Agricultura Familiar, que não é possível uma justaposição dos currículos e metodologias educacionais das escolas das cidades com os das escolas rurais.

Ricardo Henriques informou que foi criado este ano uma coordenação dentro de sua secretaria para tratar especificamente da educação no meio rural. Segundo ele, no ano passado o Ministério da Educação realizou um estudo para adaptar as estruturas curriculares e as metodologias de trabalho da educação para a realidade do campo.

“Precisamos adaptar a capacitação dos professores, o currículo, adaptar inclusive a distribuição das cargas horárias para que possamos conseguir que a população rural aumente seu nível de escolaridade média com os saberes específicos do campo”, disse o secretário.

O MEC, segundo Henriques, tem procurado aumentar a capacidade de diálogo com os movimentos sociais e gestores municipais e estaduais. Uma das iniciativas nesse sentido, é a realização de seminários estaduais para debater o tema. Já foram realizados três encontros e mais 24 serão promovidos até março de 2005.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico