Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Secretário do MEC defende mudanças na educação no meio rural

15 Jul 2004 - 15h51
O secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, Ricardo Henriques, defendeu no I Encontro Nacional da Agricultura Familiar, que não é possível uma justaposição dos currículos e metodologias educacionais das escolas das cidades com os das escolas rurais.

Ricardo Henriques informou que foi criado este ano uma coordenação dentro de sua secretaria para tratar especificamente da educação no meio rural. Segundo ele, no ano passado o Ministério da Educação realizou um estudo para adaptar as estruturas curriculares e as metodologias de trabalho da educação para a realidade do campo.

“Precisamos adaptar a capacitação dos professores, o currículo, adaptar inclusive a distribuição das cargas horárias para que possamos conseguir que a população rural aumente seu nível de escolaridade média com os saberes específicos do campo”, disse o secretário.

O MEC, segundo Henriques, tem procurado aumentar a capacidade de diálogo com os movimentos sociais e gestores municipais e estaduais. Uma das iniciativas nesse sentido, é a realização de seminários estaduais para debater o tema. Já foram realizados três encontros e mais 24 serão promovidos até março de 2005.

 

Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat