Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Saúde presta conta do Hospital Cristo Rei em Deodápolis

1 Set 2004 - 09h55

A Prefeitura de Deodápolis, através da secretaria municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, pasta sob o comando da secretária, Julieta Madalena Pienz Sartor, realizou levantamento dos atendimentos realizados no HMCR (Hospital Municipal Cristo Rei), referente ao mês de julho de 2004.

Os levantamentos procedidos através da Diretora Administrativa do HMCR, Vânia Aparecida da Silva Oba, demonstram a qualidade no atendimento e a preocupação que o Poder Executivo Municipal deodapolense tem demonstrado com referência ao bom atendimento na área de saúde em Deodápolis, que tem investido e continua investindo cifras consideráveis para o bom desempenho deste setor. Segundo a secretária de Saúde, Julieta Sartor, “a saúde é uma obrigação da União, do Estado e do Município, aqui em Deodápolis, nós estamos fazendo a nossa parte, com um bom atendimento em todos os setores”, esclarece a secretária.

 

HMCR e os atendimentos

Durante o mês de julho de 2004, o Hospital Municipal Cristo Rei, realizou os seguintes atendimentos por intermédio da ‘AIH’ e com a contrapartida do município: 01 curetagem, 05 partos normais, 05 partos cesarianas, 53 clínicas médicas, 09 clínicas pediátricas, num total de 73 procedimentos.

Com recursos da municipalidade em conjunto com a verba recebida do ‘FAE’, foram registrados, 62 consultas com observações, 398 atendimentos com urgência/emergência, 01 consulta ortopédica, 72 ultra-sonografias, 50 raios X, 01 excerese de cisto sebáceo, 06 retiradas de corpos estranhos subcutâneos, 02 retiradas de unhas, 22 suturas de ferimentos extensos, 19 exames, perfazendo um total de 663 atendimentos.

Através de recursos do ‘PAB’ e contrapartida do município, foram realizados, 28 administrações de medicamentos, 38 curativos, 61 inalações, 07 retiradas de pontos, 500 consultas médicas, 164 consultas pediátricas, 54 consultas a gestantes e 06 consultas ginecológicas. Com estes recursos provenientes do ‘PAB’ e do município, foram atendidas cerca de 858 pessoas. Além destes atendimentos, a equipe médica do Hospital Municipal ainda realizou outros procedimentos como, 09 atendimentos em berçários com fonoaudióloga, 16 testes do pezinho e 120 sessão de fisioterapia. Para a Diretora Administrativa do HMCR, Vânia Oba, “os trabalhos realizados no Hospital Municipal não custaram absolutamente nada aos pacientes que ainda foram tratados com respeito, consideração e o maior carinho possível”, ressalta Vânia. Colaborou Demerval Nogueira.
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos