Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

São Paulo e São Caetano se enfrentam hoje

27 Out 2004 - 09h01
Donos das melhores defesas do Campeonato Brasileiro-2004, São Paulo e São Caetano se enfrentam às 20h30 desta quarta-feira, no estádio do Morumbi, em uma partida em que vão precisar se lançar ao ataque para manter vivas suas ambições de título na competição.

O time do ABC, comandado por Péricles Chamusca, tem a zaga menos vazada do torneio, com 30 gols. O clube do Morumbi vem logo depois, com 33.

As duas equipes têm 65 pontos e lutam para alcançar e ultrapassar Atlético-PR e Santos, que estão logo acima na tabela. Por isso, um empate --como aconteceu no primeiro turno, quando nenhum dos dois times conseguiu furar o bloqueio rival-- é considerado péssimo negócio nos dois clubes.

Quando o assunto é ataque, no entanto, os dois times não registarm números muito expressivos. A São Paulo marcou 58 gols, contra 50 do rival de São Caetano do Sul. Numa comparação com o Santos, outro candidato ao título, perdem feio: são 82 gols anotados até agora pelo time da Baixada, dono do ataque mais positivo.

"Se a defesa deles é a líder, é porque tem méritos. Cabe a nós achar os espaços e marcar os gols", disse o meio-campista são-paulino Danilo, em entrevista ao site oficial do clube.

Curiosamente, nas três últimas vezes que se enfrentaram em 2004, São Paulo e São Caetano terminaram empatados.

No primeiro turno do Nacional, 0 a 0. Depois, pela Copa Sul-Americana, foram duas igualdades em 1 a 1 --o São Paulo se classificou à fase seguinte nos pênaltis.

"Hoje, precisamos vencer para continuar na cola dos líderes", reconheceu o atacante Grafite, artilheiro são-paulino no Nacional, com 11 gols.

Para a partida desta quarta, Leão tem duas dúvidas no São Paulo. O lateral Júnior, com dores nas costas, pode perder a posição para Fábio Santos. No ataque, Diego Tardelli, Jean e Nildo brigam por uma posição.

SÃO PAULO
Rogério; Fabão, Lugano e Rodrigo; Cicinho, Alê, Renan, Danilo e Júnior (Fábio Santos); Grafite e Diego Tardelli (Nildo ou Jean).
Técnico: Emerson Leão

SÃO CAETANO
Sílvio Luiz; Dininho, Marco Aurélio e Serginho; Ânderson Lima, Mineiro, Paulo Miranda, Marcinho (Lúcio Flávio) e Ceará; Euller (Fernando Baiano) e Fabrício Carvalho.
Técnico: Péricles Chamusca

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Horário: 20h30
Juiz: Cléber Wellington Abade (SP)
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação