MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
26 de Novembro de 2004 14h49

São Paulo busca quebrar hegemonia do São Caetano

Nos três últimos anos, só deu São Caetano na defesa. O time terminou como o menos vazado no Brasileiro-2003 e também foi o que menos levou gols nas fases de classificação em 2001 e 2002. Apesar de o time do ABC estar na liderança neste quesito também no Nacional-2004, o São Paulo ainda tenta roubar este "título" do rival.

Atualmente, o setor defensivo do clube do Morumbi é o segundo menos vazado no Brasileiro, com 38 gols sofridos em 42 rodadas. O São Caetano viu sua rede ser balançada uma vez menos.

"Terminar o campeonato como a melhor defesa é, para um zagueiro, o mesmo que ser artilheiro para um atacante. Esses resultados tem de ser divididos com o grupo, pois se ninguém marcar na frente ou no meio, a defesa não agüenta", disse o zagueiro são-paulino Rodrigo, em entrevista ao site oficial do clube.

A defesa do time do Morumbi cresceu muito de produção desde a chegada do técnico Emerson Leão. Em 14 jogos sob seu comando, o time paulista deixou os adversários marcarem apenas oito vezes --média de 0,57 gol por partida. Em todo o Brasileiro, a média é de 0,90.

De acordo com dados do próprio clube, o time está perto de conseguir superar uma marca que já dura mais de dez anos. Em 1993, ano em que o time conquistou o bicampeonato do Mundial interclubes sob o comando do técnico Telê Santana, o São Paulo sofreu 17 gols em 20 partidas e terminou o Brasileiro com média de 0,85 gol sofrido.

"É outra marca que buscamos superar, pois se trata de um time que fez história aqui", comentou Rodrigo, que forma o trio de zaga são-paulino ao lado de Fabão e Lugano.

Terceiro colocado do Brasileiro, com 75 pontos, o São Paulo recebe neste sábado o Internacional e tenta também manter-se na briga pelo título do Nacional --o Atlético-PR lidera com 81 pontos, seguido pelo Santos (79).

O São Caetano, quarto com 74, pega o Corinthians, no domingo, no ABC. No entanto o time do técnico Péricles Chamusca corre o risco de perder 24 pontos no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) devido à morte do zagueiro Serginho. O julgamento deve ser realizado na próxima sexta.
 
Folha Online
Comentários
Veja Também
REINO_MATRÍCULAS_2017
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
FORTALEZA
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.