Menu
SADER_FULL
quarta, 14 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

São Paulo atropela Náutico e segue no topo do Brasileiro

27 Ago 2007 - 04h22
Quem disse que o ataque do São Paulo não funciona? Na tarde deste domingo (26), o Tricolor goleou o ascendente Náutico, no Morumbi, por 5 x 0, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, além de melhorar o desempenho do criticado ataque, o tricolor manteve a ponta da tabela e agora soma 44 pontos na competição.

Depois de um primeiro tempo ruim, o São Paulo acordou na segunda etapa e, com um a mais em campo, confirmou o favoritismo ao golear o Náutico. O resultado mantém a equipe tricolor com seis pontos de vantagem na liderança da competição nacional.

Logo aos nove minutos, o meia Souza cobrou escanteio. Borges se antecipou ao goleiro Eduardo e cabeceou para o gol. O pernambucano Daniel interceptou em cima da linha e salvou o Náutico de sair atrás no marcador.

Aos 29 minutos, o atacante Borges perdeu uma chance incrível de abrir o marcador. Após boa jogada de Leandro pela direita, o atacante "furou" na frente do goleiro adversário, causando arrepios da torcida são-paulina.

Porém, a melhor chance de gol da primeira etapa foi da equipe comandada por Marcelo Veiga, que chegou com perigo, com Sidny, que recebeu a bola livre dentro da grande área, mas Rogério Ceni saiu em cima do lateral e conseguiu espalmar a bola para o lado. Desta forma terminou o primeiro tempo.

Na segunda etapa, o São Paulo voltou outro time, com outra postura em campo. Aos três minutos, após cobrança de lateral da esquerda, Richarlyson dominou no peito ao lado da área e cruzou de bicicleta. A bola quase encobriu o goleiro, que espalmou rente ao travessão, mas o árbitro marcou tiro de meta.

O Tricolor conseguiu abrir o marcador aos onze minutos da etapa final, quando Borges, dentro da grande área, chutou para uma grande defesa do goleiro adversário, mas a bola caiu nos pés de Dagoberto, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. São Paulo 1 x 0 Náutico.

Nove minutos depois o tricolor conseguiu ampliar o marcador, após um pênalti cometido pela zaga alvinegra. O goleiro Rogério Ceni chutou à meia altura, no canto direito de Eduardo, e comemorou o seu quinto gol no Campeonato Brasileiro. São Paulo 2 x 0 Náutico.

Após o segundo gol, e a expulsão do atacante uruguaio Beto Acosta, o tricolor do Morumbi virou uma verdadeira máquina de gols. Aos 27 minutos da etapa final, quando Hugo havia acabado de entrar em campo, recebeu um cruzamento de esquerda e cabeceou livre para marcar o terceiro gol tricolor na partida. São Paulo 3 x 0 Náutico.

O quarto gol do atual campeão brasileiro saiu dois minutos depois, quando Aloísio, que acabara de entrar em campo, recebeu um belo lançamento na área, dominou no peito e arrematou bonito para o gol. Que golaço! São Paulo 4 x 0 Náutico.

Quando a partida parecia ter terminado, o São Paulo ainda teve fôlego para buscar o seu quinto gol na goleada sobre o Náutico. Novamente após uma cobrança de escanteio, o meio-campista Hugo cabeceou no canto esquerdo de Eduardo e saiu para comemorar o quinto gol tricolor na partida, que chega aos 44 pontos, isolado na liderança do Campeonato Brasileiro. 5 x 0 para cima do Timbu.
 
 
 
 
Agência Placar

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília