SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
20 de Julho de 2004 10h16

São Paulo aposta no esquema 3-6-1 contra o Botafogo

Pelo histórico no Brasileiro-04, o Botafogo, adversário desta terça-feira do São Paulo, é o rival que um time que tenta ser líder adoraria pegar fora de casa. Mas, apesar do favoritismo, a equipe paulista será obrigado a escalar a cautela no Caio Martins, em Niterói.

O time carioca tem sido freqüentador assíduo da zona de rebaixamento neste ano. Penúltimo da tabela, soma apenas uma vitória em oito jogos caseiros.

Com o centroavante Grafite suspenso e o titular Luis Fabiano servindo à seleção brasileira na Copa América, o técnico Cuca testou a formação em 3-6-1, com um solitário Diego Tardelli à frente, e Vélber vindo pelo meio.

A presença do atacante venezuelano Rondón, que realizava seu primeiro treino, não chegou a ser considerada como uma hipótese entre os 11 titulares, segundo afirmou Cuca.

"O Rondón não vem como salvador da pátria. Nossa pátria não precisa ser salva. A equipe está bem", disse o treinador. O reforço, porém, viajou com a equipe e tem chances de ficar no banco de reservas. "É bom que ele vá se enturmando", afirmou Cuca.

Conforme disse o treinador, a equipe vai tão bem que pode até ser líder nesta terça, caso obtenha a vitória em Niterói e veja o líder Palmeiras (28 pontos) perder para o Paysandu, e o Santos, com quem divide a vice-liderança, não derrote o Criciúma. O problema é que faltam gols aos são-paulinos.

A artilharia da equipe paulista se encontra pulverizada entre quatro jogadores: Luis Fabiano, o laterais Gustavo Nery --este também na seleção-- e Cicinho e o goleiro Rogerio, com três gols cada um. Desses, apenas os dois últimos estarão disponíveis para enfrentar o Botafogo.

Além disso, o São Paulo sofre de um sério problema de pontaria. Apesar de ser a sétima equipe no ranking de finalizações do Datafolha, com 13,6 por jogo, o índice de acerto é sofrível: 16º lugar, com 48% de aproveitamento. Curiosamente, o total de gols do São Paulo empata com o do Botafogo vice-lanterna --22 gols-- e é o pior entre as equipes que estão na zona de classificação à Libertadores.

Na busca de alternativas para dar mais agressividade ao São Paulo, Cuca experimentou o atacante Jean na ala-esquerda ao longo do coletivo. Segundo o treinador, a dúvida deverá continuar até o início do jogo.

Enquanto isso, o técnico são-paulino demonstrou preocupação com o estado emocional do atacante Grafite, que, depois de ser expulso na vitória de sábado, sobre o Figueirense, acabou se indispondo com a torcida.

O técnico, no entanto, afastou a possibilidade de deixá-lo de fora para se recuperar. "No futebol, o melhor descanso, às vezes, é treinar e jogar. Ele não pode é entrar em parafuso por causa da torcida", disse Cuca.

No Botafogo, o atacante Luizão volta a ser desfalque devido a uma lesão no joelho direito, e o meia Almir, com dores musculares, é dúvida. O time, no entanto, terá a estréia do zagueiro Scheidt, um mês após sua contratação.

BOTAFOGO
Jefferson; Rodrigo Fernandes, Gustavo, Scheidt e Renatinho; Fernando, Túlio, Valdo e Almir (Camacho); Estévez e Têti (Schwenk).
Técnico: Mauro Galvão

SÃO PAULO
Rogério; Lugano, Fabão e Flávio; Cicinho, César Sampaio, Renan, Danilo, Vélber e Lino (Jean); Diego Tardelli.
Técnico: Cuca

Local: estádio Caio Martins, em Niterói
Horário: 21h45
Juiz: Wilson de Souza Mendonça (PE)

 

 

Folha Online


Comentários
Veja Também
FÁBRICA_CALÇADOS
Nossa_Lojas
LÉO_GÁS_300
Últimas Notícias
  
pupa
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.