Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

São Paulo aplica a maior goleada do Brasileiro

29 Set 2004 - 07h00

O São Paulo conseguiu a maior goleada do Campeonato Brasileiro sobre o Paysandu, na noite desta terça-feira, no Morumbi, por 7 a 0, e voltou a sonhar com uma vaga na Libertadores.

O time do Morumbi subiu para 53 pontos, enquanto os paraenses continuaram com 42. A equipe tricolor, neste ano, não havia feito mais do que quatro gols em nenhuma partida.

O São Paulo começou o jogo cauteloso. Afinal enfrentava o time que estava fazendo a quarta melhor campanha do returno e que só havia perdido uma única partida nessa fase (contra o Atlético-PR).

Mas quando sentiu que o bicho não era tão feio como havia sindo pintado, o time tricolor paulista resolveu sair para o jogo. E depois de arriscar por quatro vezes de fora da área, acabou marcando novamente com Cicinho.

O lateral, que já havia feito gols contra o São Caetano (pela Copa Sul-Americana) e Grêmio (Brasileiro), disputou uma bola na área, conseguiu fazer o giro sobre o zagueiro Alex Pinho e bateu cruzado para vencer o goleiro Paulo Musse. Eram 30 minutos de jogo.

O gol despertou a pequena torcida tricolor e o time paulista. Aproveitando o embalo, quatro minutos mais tarde Grafite fez boa jogada pela esquerda e deu ótima assistência para Nildo.

O atacante, livre na área, só teve o trabalho de rolar para as redes e anotar seu primeiro gol com a camisa são-paulina.

No segundo tempo, o São Paulo voltou com o mesmo ritmo. E logo aos 8min, Grafite aumentou. Ele deu um drible em Alex Pinho e na saída de Paulo Musse só deu um leve toque e encobriu o goleiro paraense.

Seis minutos depois, Grafite fez, novamente, uma linda jogada. Deu passe para Cicinho, que driblou o zagueiro e bateu no contrapé do goleiro do Paysandu. Era o quarto gol tricolor na partida.

Mas não parou. Aos 27min, após falha da zaga do Paysandu, Grafite chutou cruzado e fez o quinto.

Aos 31min, Souza, que havia entrado no lugar de Danilo, deu um drible desconcertante no volante Bebeto Campos e chutou na saída de Paulo Musse: 6 a 0.

Aos 36min, Grafite desceu pela direita e chutou forte. O goleiro Paulo Musse espalmou e Jean, que vinha na corrida, bateu forte para o fundo das redes. Era o sétimo gol e a maior goleada do Campeonato Brasileiro concretizada.

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho