Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Santos enfrenta o Goiás e a "síndrome da liderança"

24 Jul 2004 - 07h39
Líder, o Santos pega neste sábado, em Goiânia, às 20h30, um Goiás que pode chegar ao primeiro posto do Brasileiro já nesta rodada. Além disso, tenta não sofrer do mal que atacou todos os times que chegaram ao topo do torneio --algo semelhante à síndrome do pânico.

Uma das conseqüências do distúrbio é o doente preferir ficar em casa, devido à ansiedade e à sensação súbita de pânico. Ao sair para a rua, vertigens e desmaios são freqüentes nos pacientes.

Neste Nacional, que já teve oito clubes no primeiro lugar, os líderes jogaram fora de casa 12 vezes. Foram três empates, sete derrotas e apenas dois triunfos.

Primeiro, foi o São Paulo, que venceu o Coritiba, por 2 a 1, em Curitiba, para cair em Belo Horizonte na rodada seguinte, diante do Cruzeiro. O segundo foi o Palmeiras, que bateu o Paraná, mas acabou dando adeus à liderança ao empatar duas vezes consecutivas longe do Parque Antarctica.

Os santistas já conhecem esse mal. Na sua primeira rodada após obter a liderança, o time foi ao Maracanã e levou 1 a 0 do Fluminense. Voltaram ao topo na última rodada depois de vencerem em casa o Criciúma, enquanto o Palmeiras voltou a ser o doente da vez: perdeu por 1 a 0 para o Paysandu, em Belém.

No Serra Dourada, onde o Santos não vence pelo Brasileiro desde 98, o técnico Vanderlei Luxemburgo pode promover a estréia do volante Fabinho, que atuava no Japão. Segundo o clube, a documentação dele está regularizada.

O reforço luta contra Bóvio pela vaga de Preto Casagrande, que não joga devido a lesão na coxa.

Os santistas disputaram uma roda de bobo e um rachão durante o reconhecimento do gramado goiano. Apenas o meia Elano, que se recupera de uma tendinite, treinou à parte, mas vai jogar.

Em quarto lugar e invicto nas nove partidas que disputou em casa (seis vitórias e três empates), o Goiás tem que vencer o Santos e torcer por tropeços de Palmeiras e Ponte Preta para ser líder. O único desfalque do time de Celso Roth é o volante Josué, lesionado.

GOIÁS
Harlei; João Paulo, Renato e André Dias; Paulo Baier, Cléber, Tiago, Rodrigo Tabata e Jadílson; Leandro e Alex Dias.
Técnico: Celso Roth

SANTOS
Tapia, Paulo César, Ávalos, André Luís e Léo; Fabinho (Bóvio), Elano, Ricardinho e Marcinho; Robinho e Deivid.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia
Horário: 20h30
Juiz: Wagner Tardelli (RJ)
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSOS
Ao menos 12 órgãos abrem inscrições para preencher quase 800 vagas
VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082