Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Santos deixa Palmeiras para trás e contrata Kléber

22 Jun 2007 - 15h48

A população de Cuiabá pôde assistir a um fenômeno raro no entardecer desta quinta-feira. Um meteorito cruzou o céu da capital mato-grossense deixando um rastro luminoso. O objeto, chamado de bólido pelos astrônomos, teria caído na direção oeste do Estado.

O fenômeno durou cerca de 15 minutos e causou espanto a muitas pessoas. O astrônomo Eduardo Baldaci disse que o caso é semelhante ao ocorrido há 10 anos em Mato Grosso, em Nova Brasilândia, quando um objeto cruzou os céus e teria caído em uma fazenda da região. "Pelo rastro, houve ionização do ar. Pela imagem, é um bólido", disse Baldaci ao RMT Online.

A astrofísica Telma Couto da Silva disse que o fenômeno é um meteoróide, que são restos de partículas do espaço que entram em contato com a atmosfera. O fenômeno seria semelhante a uma estrela cadente, mas em proporções maiores.

Para Baldaci, pelo tempo que o objeto ficou visível, é possível que ele não tenha se desintegrado totalmente na atmosfera e tenha caído em algum lugar na região oeste do Estado. "Quanto maior o rastro, maior é o objeto", completou o astrônomo.

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física