Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Salário maior move Corinthians contra o Guarani

8 Set 2004 - 08h54
Em meio a dívidas de R$ 60 milhões e seguidos empréstimos para cobrir a folha de pagamento, o Corinthians motivou parte de seus jogadores com um aumento.

Dos titulares que enfrentam nesta quarta-feira o Guarani, lanterna do Brasileiro, às 21h50, em Campinas, o volante Wendel, o zagueiro Betão e o ala Edson estão nessa situação.

Eles integram um grupo de seis atletas que tiveram aumento em troca de contratos mais longos. Bruno Octavio, Vinícius e Marcus Vinícius completam a relação.

A mudança aumentou as multas contratuais. "Não é só uma questão financeira. Fizemos um planejamento para construir uma equipe que dure três anos", disse Paulo Angioni, diretor de futebol.

Em média, esses atletas tiveram um aumento de 15%. O tempo de vínculo foi ampliado entre 14 e 22 meses. Todos assinaram até 2007, menos Wendel, que acertou até o ano seguinte. A maioria dos novos salários varia entre R$ 12 mil e R$ 15 mil mensais.

Os próximos da lista devem ser o meia Rosinei e o atacante Bobô. Jô, o mais badalado dos novatos, não ganhará um aumento, pois o contrato não acaba antes de 2007.

Os atletas mais experientes do time também não serão beneficiados pela nova política. "Eles já atingiram um outro patamar salarial. Nesse caso, é mais complicado falar em renovação", afirmou o diretor de futebol corintiano.

Uma explicação para a preocupação da diretoria com os pratas da casa está na dependência que o time tem mostrado em relação a eles: dos últimos 16 gols, 11 foram de jogadores revelados no clube.

Segundo o vice de futebol, Antonio Roque Citadini, o time tem recursos para bancar os aumentos dados aos garotos mesmo se a parceria com a MSI não sair. O negócio com a empresa, recém-criada nas Ilhas Virgens Britânicas, sofre resistências e pode virar alvo de uma disputa judicial caso o Conselho Deliberativo não receba o contrato para aprová-lo.

Dinheiro para contratar ainda falta, mas Tite voltou a cobrar na terça-feira a vinda de um meia e um volante. Disse ter certeza de que os reforços virão. Mas Angioni falou que dificilmente isso acontecerá.

GUARANI
Jean; Dida, Carlinhos, João Leonardo e Patrick; Careca, Douglas, Valdeir e Harison; Sandro Hiroshi e Valdir Papel.
Técnico: Agnaldo Liz

CORINTHIANS
Fábio Costa; Anderson, Valdson e Betão; Edson, Wendel, Fabinho, Fábio Baiano e Renato; Jô e Gil.
Técnico: Tite

Local: estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Horário: 21h50
Juiz: Romildo Correia (SP)
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho