MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 13 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
RIO_DOURADOS
6 de Setembro de 2004 09h01

Safra americana de milho será recorde

O clima frio e úmido em partes do Meio-Oeste melhorou as chances de a produção de milho dos Estados Unidos bater recorde este ano e de abater as perspectivas para a produção de soja, que crescerá menos do que o esperado, informou a Informa Economics, empresa de pesquisa na área de commodities sediada em Memphis, em um relatório para seus clientes.

A produção de milho deverá crescer 9,2%, o que significa que poderá alcançar 2,8 bilhões de toneladas, acima portanto do recorde de 2,56 bilhões de toneladas registrado no ano passado. A informação consta de um relatório enviado pela consultoria a um cliente ao qual a "Bloomberg" teve acesso.

A Informa, um instituto de pesquisa de commodity anteriormente conhecido como Sparks, ampliou sua previsão de 2,75 bilhões de toneladas que havia estimado no mês passado.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda) previu 2,77 bilhões de toneladas em 12 de agosto, por ocasião da divulgação de suas últimas estimativas sobre o comportamento das safras e dos estoques mundiais. A produção por acre de milho, a maior safra norte-americana, alcançará um recorde de 3,82 de toneladas, comparado com as 3,61 de toneladas colhidas na safra do ano passado, informou o relatório. O governo americano projetou 3,78 de toneladas no mês passado.

O instituto de pesquisa, no entanto, cortou sua previsão para a soja de 8 bilhões para 7,83 bilhões de toneladas há um mês. A produção será 19% maior do que a safra prejudicada pela seca do ano passado, e pouco acima das 7,82 bilhões de toneladas previstas no mês passado pelo Usda, segundo o relatório. A produção por acre da soja será de 1,06 tonelada, ante a previsão de 1,1 tonelada feita no mês passado pelo governo, segundo a Informa. O Usda deve divulgar as estimativas atualizadas em 10 de setembro, em Washington.

As estimativas fizeram os preços do milho despencar em 31% e os da soja 41% desde que alcançaram seu maior nível em sete anos em abril e em 15 anos no mesmo mês, respectivamente, quando o clima frio e úmido incrementou o potencial de produção. Os executivos da Informa negaram-se a confirmar as previsões.
 
 
Gazeta Mercantil
Comentários
Veja Também
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
ÓTICA_DOURADOS
pupa
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.