Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ruiter defende ação suprapartidária para garantir verba do PAC

30 Mai 2007 - 17h32
O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira está conclamando a bancada federal de Mato Grosso do Sul, o Ministério Público, a Câmara de Vereadores e as organizações ambientalistas para se unirem a Corumbá e ao Governo do Estado para a liberação de recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para obras de esgoto e drenagem para o município, que totalizam R$ 80,5 milhões.
 
Segundo Ruiter, uma ação política articulada e suprapartidária é imprescindível nesse momento, quando se discute no Governo Federal a contemplação, pelo PAC, de cidades com população superior a 150 mil habitantes, cujo critério, se aprovado, excluiria Corumbá. Os projetos elaborados pela Prefeitura e pela Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) já foram analisados e aprovados pela Caixa Econômica Federal.
 
"Temos que sair da retórica para a ação, sustentando a posição de Corumbá de estar situada no centro do Pantanal, Reserva da Biosfera, e não contar com um centímetro de rede de esgoto, poluindo o principal rio (Paraguai) desse ecossistema", afirmou o prefeito. Ruiter espera contar com a mobilização dos ambientalistas e do Ministério Público, que sempre questionaram e denunciaram agressões ao Pantanal.
 
As declarações de Ruiter foram feitas após reunião com a diretoria da
Sanesul, no início da noite de ontem (29). O presidente da empresa, José Carlos Barbosa, se diz preocupado com as mudanças de rumo do PAC em Brasília e enfatizou que as lideranças de Corumbá devem se juntar ao Governo do Estado para, através da pressão legítima, garantir os recursos anteriormente anunciados.
 
"Uma ação conjunta de todas as forças políticas é imprescindível, sob a coordenação do Estado e da Prefeitura de Corumbá, para que a cidade saia do zero e tenha 100% de esgoto tratado", afirmou o presidente da Sanesul.

A visita ao prefeito, a primeira desde que assumiu o cargo, também teve objetivo de estreitar relações institucionais, ressaltou Barbosa, para manter "uma boa articulação" com o município.
 
Investimentos - A Sanesul investe atualmente R$ 2,2 milhões em Corumbá, com contrapartida do município, na construção da primeira Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da cidade. Os recursos foram assegurados através de emendas do deputado federal Vander Loubet (PT-MS). A ETE será concluída em dezembro e atenderá inicialmente a área do Casario do Porto e beira-rio, com uma rede coletora de 231 ligações domiciliares.
 
José Carlos Barbosa comunicou ao prefeito Ruiter Cunha que a empresa já dispõe de mais R$ 660 mil para complementar a obra da ETE e iniciará a recuperação dos filtros do sistema de captação de água, no Canal do Tamengo, com investimentos de R$ 210 mil. Também estão sendo aplicados R$ 550 mil na melhoria da rede de distribuição de água para reduzir perdas e garantir serviço de mais qualidade à população.
 
Participaram da reunião, no gabinete do prefeito, os secretários municipais José Antônio Assad e Faria (Gestão Governamental) e Cássio Augusto da Costa Marques (Desenvolvimento Sustentável). Acompanharam o presidente da Sanesul o diretor-técnico da empresa, Vitor Yazbek; o gerente comercial, Onofre Assis, e os gerentes comercial e operacional em Corumbá, respectivamente Vitor Urt e Eder Costa.
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação