Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Robinho marca 3 gols e Brasil vence Chile

2 Jul 2007 - 08h05

A Seleção Brasileira não jogou o futebol esperado, mas graças à atuação inspirada de Robinho se recuperou na Copa América ao vencer, neste domingo, o Chile por 3 a 0 no Estádio Monumental, em Maturín, na Venezuela. O atacante do Real Madrid marcou os três gols da partida.

Com o resultado, o Brasil somou seus três primeiros pontos na competição, já que na estréia foi derrotado pelo México. O Chile, que na primeira rodada venceu o Equador, tem o mesmo número de pontos, mas fica atrás no Grupo B por ter três gols de saldo a menos.

Até o primeiro gol de Robinho, marcado aos 35min do primeiro tempo, o Brasil mostrava os mesmos defeitos vistos contra o México, mesmo com Ânderson no lugar de Diego. A bola pouco chegava em Vagner Love e o time teve apenas uma finalização correta, a que resultou no gol.

No segundo tempo, Júlio Baptista entrou no lugar de Ânderson, mas o Chile foi mais perigoso.

O atacante Suazo, por duas vezes, teve o empate aos seus pés, mas cobrou uma falta por cima do travessão e viu Juan salvar seu chute, sem goleiro, em cima da linha.

Na hora em que era mais pressionada, a Seleção ampliou. Aos 38min, Vagner Love tocou para Robinho, que tocou por cima de Bravo. O atacante ainda teve tempo de marcar o terceiro, aos 41min, após passar por Vargas e chutar forte.

O Brasil encerra a participação na primeira fase contra o Equador, na próxima quarta-feira, em Puerto La Cruz. No mesmo dia, o Chile enfrenta o México.

O jogo

Apesar da entrada de Ânderson no lugar de Diego, a Seleção Brasileira iniciou a partida cometendo os mesmo erros da estréia contra o México. O time até conseguia tocar a bola na intermediária, mas os chutes a gol eram escassos e a bola quase não chegava a Vagner Love.

O Chile também não apresentava um futebol de encher os olhos. Valdívia se esforçava no meio-campo, mas pouco produzia. As melhore chances chilenas até os 20min vieram de cobranças de falta, que quase não assustaram Doni.

Aos 24min, o Brasil perdeu o lateral-direito Maicon, contundido. Seu substituto, Daniel Alves não demorou a mostrar trabalho. O jogador do Sevilla dominou a bola na intermediária e arriscou. A bola passou à direita de Bravo, no melhor lance brasileiro até então.

O lance acordou a Seleção e, na seqüência, o Brasil criou a jogada que resultou em seu primeiro gol. Gilberto avançou pela esquerda e cruzou. O árbitro viu empurrão de Riffo em Vagner Love e marcou pênalti.

Após muita reclamação chilena, Robinho foi para a cobrança, aos 35min, e não desperdiçou. O goleiro Bravo acertou o canto esquerdo, mas a bola passou debaixo de suas mãos.

Até o final do primeiro, a Seleção só chegou com perigo mais uma vez. Robinho foi lançado, driblou o goleiro, mas perdeu o ângulo. O atacante recuou para Daniel Alves que cruzou para Mineiro, que errou o chute.

No lance anterior, o Chile assustou numa cabeçada de Jara defendida por Doni. O Brasil ia para o intervalo em vantagem, mas ainda sem apresentar o futebol esperado, como prova o número de finalizações certas no primeiro tempo: uma.

Aposta de Dunga para o jogo, Ânderson foi substituído no intervalo após um primeiro tempo discreto. Julio Baptista foi para o jogo e o Brasil chegou com perigo aos 6min, quando Vagner Love foi lançado e chutou de fora da área para a boa defesa de Bravo.

Sem outra alternativa, o Chile foi para o ataque, cedendo espaço para o contra-ataque brasileiro. E o empate quase veio aos 11min. Alex agarrou Suazo perto do limite da área e o árbitro marcou falta. Na cobrança, o atacante chutou com perigo e a bola passou perto da trave de Doni.

Aos 25min, o Brasil se livrou novamente de levar o empate. Suazo, o jogador mais perigoso do Chile, recebeu lançamento, driblou Doni, passou por Juan, voltou a driblar o goleiro brasileiro e chutou, mas o zagueiro se recuperou no lance e evitou o gol.

Com a pressão natural do Chile, Dunga colocou Josué no lugar de Elano, contundido, e aumentou a marcação no meio-de-campo. Só que o Chile chegou com perigo mais uma vez, quando Valdívia errou um chute sozinho.

Aos 38min, o Brasil ampliou. Robinho recebeu de Vagner Love e tocou por cima de Bravo. Inspirado, o atacante brasileiro definiu o placar aos 41min, quando driblou Vargas e chutou forte.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel