Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Rival corintiano, Figueirense não perde em casa há quase sei

10 Ago 2004 - 16h04
Adversário do Corinthians nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Figueirense não perde em casa há quase seis meses.

A equipe catarinense, que ostenta 11 jogos sem derrotas como mandante no Nacional, sofreu o último revés diante de sua torcida para o São Gabriel-RS (1 a 0), em 18 de fevereiro, pela Copa do Brasil.

Além deste tropeço, que tirou o Figueirense da Copa do Brasil, o time de Dorival Júnior caiu apenas mais uma vez jogando em casa neste ano --em 11 de fevereiro, perdeu para o Marcílio Dias por 2 a 1, no Estadual.

Além do Figueirense, só o São Paulo e o Fluminense ainda não perderam como mandantes no Nacional. Os são-paulinos jogam nesta quarta contra o Goiás, no Morumbi, e os cariocas pegam o Palmeiras, na quinta, fora.

No jogo na capital catarinense, o Corinthians não poderá contar com o goleiro Fábio Costa, que ontem foi suspenso por dois jogos pela expulsão no empate de 1 a 1 contra o Vitória, no último dia 17, em Salvador.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros