Menu
SADER_FULL
terça, 16 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Risco-país tem novo recorde de baixa: 150 pontos

19 Abr 2007 - 17h04

O risco Brasil voltou a cair nesta quinta-feira (19) e repetiu o sua mínima histórica para o meio do dia. O índice, medido pelo banco internacional JP Morgan Chase, chegou pela primeira vez aos 150 pontos. A queda de 4,5% na bolsa chinesa, que afetou os mercados financeiros asiáticos e europeus, não afetou a trajetória de queda do indicador de risco.

O risco-país é considerado um dos principais termômetros da confiança dos investidores na economia. Ele mede o quanto o investidor deveria ganhar a mais para compensar o risco de investir no Brasil.

 

 Método

Para medir o risco-país, o JP Morgan acompanha uma série de indicadores econômicos e sociais dos países emergentes, tais como déficit fiscal, crescimento da economia, solidez das instituições, entre outros. Para padronizar a informação, foi criada uma pontuação.

Os títulos do tesouro dos EUA, considerados os mais seguros do mundo pelo mercado financeiro, foram adotados como referência para “risco zero”: cada 100 pontos no risco representam 1 ponto percentual que os títulos de determinado país deveriam render a mais que o dos EUA para valer a pena par ao investidor comprá-los.

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo
REVISTA VEJA
Pesquisa: Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%
A FAZENDA
Fazendeiro Evandro Santo gera nova punição
COPA DO BRASIL
Corinthians promete maior prêmio de sua história por título