Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 24 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Rio Brilhante será fiscalizado pela CGU

11 Ago 2004 - 13h03
 

O município sul-mato-grossense de Rio Brilhante é um dos 60 sorteados pela CGU (Controladoria-Geral da União) hoje, no auditório da Caixa Econômica Federal, em Brasília, para passar por fiscalização sobre o uso de recursos públicos federais. Este é o 12º sorteio entre áreas com população de até 500 mil habitantes. Desde abril do ano passado, quando a CGU deu início ao Programa de Fiscalização a partir deste sistema, já foram sorteadas e fiscalizadas 501 áreas municipais em todo o País.

Com o sorteio desta quarta-feira, esse número passa para 561. Até agora, foram divulgados os resultados das fiscalizações de sete sorteios, os quais revelaram inúmeras irregularidades na utilização de verbas federais aplicadas nos municípios, seja na esfera municipal, estadual e federal. Seis municípios sul-mato-grossenses já tiveram irregularidades em suas contas apontadas pela CGU. Neste ano, a CGU pretende ampliar o programa, incluindo nas fiscalizações os grandes programas de investimento do Governo Federal executados pelos Estados.

 

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico