Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Restituição de R$ 26,3 milhões deve aquecer comércio de MS

15 Out 2010 - 05h47Por Conjuntura Online

Os lotes de restituição que serão liberados nas contas de mais de 31 mil contribuintes na próxima sexta-feira, dia 15 de outubro, devem aquecer o comércio de Mato Grosso do Sul.

Para o presidente da Fecomercio-MS (Federação do Comércio de Bens, de Serviços e do Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul), Edison Ferreira de Araújo, muitos devem aproveitar o dinheiro extra e antecipar gastos do fim do ano. “Boa parte dos que receberão a restituição deve se adiantar aos gastos com as festas de final de ano e mesmo as férias”, avalia.

O assessor econômico da entidade, Thales de Souza Campos, destaca que a tendência nacional é de usar a maior parte da restituição para pagar contas, mas o nível de endividamento do sul-mato-grossense, abaixo da média e que vem caindo, leva a crer que o dinheiro extra será injetado em novas compras.

Ele pondera que muitos já estão com o dinheiro comprometido devido à antecipação do imposto de renda ofertada por instituições financeiras a taxas de juros de 3% a.m.

De qualquer maneira é de se esperar que boa parte desta restituição seja injetada no comércio de MS, fomentando o setor, apesar de significar um dinheiro já esperado pelo contribuinte.

Ele é informado muito antes se será restituído ou se terá que pagar alguma diferença, mas como não tem certeza quanto à data de ressarcimento e quanto aos valores finais, que sofrem correção pela taxa Selic, a restituição representa um valor inesperado para muitos consumidores”, finaliza o assessor econômico da Fecomercio-MS.

Segundo informações da Receita Federal, na próxima sexta-feira serão creditadas, simultaneamente, restituições referentes ao exercício de 2010 (ano calendário de 2009) residual de 2009 (ano calendário 2008) e residual de 2008 (ano calendário de 2007), mediante depósito bancário, para um total de 31.701 contribuintes com imposto a restituir, totalizando um montante de R$ 26.367.538,70.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína