Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Requião vai sancionar novo mínimo de R$ 462 no Paraná

30 Abr 2007 - 16h45
A Força Sindical espera reunir cerca de 200 mil pessoas na festa do Dia do Trabalho, que realizará nesta terça-feira, 1, na Praça Nossa Senhora de Salete, em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba, em parceria com o governo do Paraná. O governador Roberto Requião (PMDB) escolheu a festividade para sancionar o projeto que eleva o salário mínimo do Estado de R$ 427,00 para R$ 462,00. Mas os discursos mais veementes devem ser pela manutenção do veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à emenda 3 incluída na lei que criou a Super Receita.

De acordo com a Força Sindical, além da emenda 3, a entidade pretende colocar para a discussão dos trabalhadores a questão da saúde funcional e a geração de empregos. Com o objetivo de atrair o grande número de pessoas esperado, estão previstos sorteios de cinco automóveis e 10 motos, além de televisores, computadores e refrigeradores. Dois quilos de alimentos garantem um cupom para o sorteio. A previsão é arrecadar cerca de 100 toneladas. A festa terá, entre outras atrações musicais, a presença da Orquestra Filarmônica de Curitiba.

Nos cinco anos anteriores, a Força Sindical comemorava o Dia do Trabalho na Praça Verbo Divino, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. No ano passado, segundo a entidade, foram reunidas 100 mil pessoas. O bom relacionamento com o governo do Estado garantiu o novo local. "O governo do Paraná sempre esteve trilhando junto com os trabalhadores do nosso Estado. É um governo extremamente social e voltado à luta dos trabalhadores", elogiou o presidente da Força e do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, Sérgio Butka.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) repetirá o que fez nos dois últimos anos, promovendo o que chama de 1º. de Maio Internacional, em Foz do Iguaçu, na divisa com Paraguai e Argentina. Com o lema A Integração e a Emancipação Latino-Americana Correm em Nossas Veias, centrais dos três países pretendem reunir os trabalhadores às 7h30 na Ponte da Amizade, de onde seguem em caravana até o Gramadão da Vila A, nas proximidades da Usina de Itaipu. Ali haverá discursos e apresentações musicais durante todo o dia.

 

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo