Menu
SADER_FULL
quinta, 24 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Renda agrícola prevista para 2007 já supera R$ 114 bilhões

18 Jun 2007 - 17h35

O aumento da estimativa do IBGE para a colheita brasileira de grãos em 2007, a confirmação de uma safra recorde de cana-de-açúcar e o aumento dos preços de alguns produtos, sobretudo a soja, levaram o Ministério da Agricultura a novamente ajustar para cima sua previsão para a renda agrícola ("da porteira para dentro") das 20 principais lavouras do país este ano. 

A mais recente projeção de José Garcia Gasques, coordenador de planejamento estratégico do ministério - realizada com dados disponíveis até maio e com valores deflacionados pelo IGP-DI da FGV - aponta para uma receita conjunta de R$ 114,5 bilhões, 1,14% acima do total calculado em abril (R$ 113,2 bilhões) e 13,8% superior ao resultado do ano passado (R$ 100,6 bilhões). 

Para o ajuste em relação ao horizonte traçado anteriormente, pesaram principalmente correções realizadas para trigo, cacau, milho, soja e café. Na comparação com abril, a renda do trigo subiu 6,58%, para R$ 1,6 bilhão, a do cacau foi elevada em 2,94%, para R$ 702,6 milhões, a do milho saltou 2,88%, para R$ 16,8 bilhões, a da soja registrou aumento de 2,31%, para R$ 27,4 bilhões, 2,31% mais, e a do café engordou 2,26%, para R$ 4,4 bilhões. 

Com as correções, as cinco lavouras com maior renda - soja, cana, milho, laranja e banana, nesta ordem passaram a representar 68,9% do total estimado. Em abril, a fatia prevista para 2007 chegava a 68,7%, e no ano passado a participação das "cinco mais" ficou em 66%. 

Esta elevada participação, entretanto, não é mal vista. Em 2003, ano em que a renda agrícola das 20 principais lavouras do Brasil bateu seu recorde histórico (R$ 123,8 bilhões), a fatia das cinco maior foi idêntica (68,9%), mas só a soja representou 31,5%. 

À luz dos novos cálculos de Gasques, na divisão regional da receita o Sudeste passou a responder por 36,7% do valor consolidado. Em seguida vêem as regiões Sul (28,9%) e Centro-Oeste (20,3%). No Sudeste, a renda disparou - foram R$ 35,3 bilhões em 2006 - em virtude do avanço dos canaviais; no Sul e no Centro-Oeste, é a recuperação dos grãos o principal alicerce da receita. 

Vale ressalvar, contudo, que sobretudo para o Centro-Oeste renda não é sinônimo de rentabilidade. Na região, principalmente por conta das altas dos fertilizantes e dos custos de transporte, mas também do câmbio e do elevado endividamento de muitos produtores, as margens estão comprometidas em especial nas plantações mais remotas ou menos eficientes do Mato Grosso. O cenário, afirmam especialistas, ameaça as previsões de aumento da área plantada no Estado na próxima safra (2007/08). 

Mas o grande destaque do levantamento do Ministério da Agricultura é mesmo a cana-de-açúcar. Só em São Paulo, maior produtor do país, a receita dos canaviais deverá atingir R$ 12,4 bilhões, 17% mais que no ano passado (R$ 10,6 bilhões) e 59% acima de 2005 (R$ 7,8 bilhões). Se confirmadas as projeções de Gasques, a cultura representará 54% da receita agrícola do Estado este ano - prevista em R$ 23 bilhões no total -, ante participação de 49,3% no ano passado.

 

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes