Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Relatório fixa em R$ 1.100,00 piso salarial de professores

6 Jul 2007 - 11h06
Membro da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal, o deputado Antonio Carlos Biffi (PT-MS) participou da apresentação do relatório preliminar sobre o projeto que fixa o piso salarional nacional para os professores do ensino púlbico (PL 619/07), no qual estabelece dois pisos para os profissionais da educação.
Biffi explicou que os professores que possuem o ensino médio, na modalidade Normal, receberão, por jornada de 25 horas semanais, um mínimo de R$ 900.
Em relação aos habilitados em nível superior, em curso de licenciatura, receberão no mínimo R$ 1.100, também pela jornada de 25 horas. No texto original, encaminhado ao Congresso pelo governo, o piso salarial proposto era de R$ 850, por 40 horas semanais.
O deputado petista explicou ainda que o texto poderá sofrer alterações até a próxima quarta-feira (dia 11), quando deverá ser votado e discutido pela Comissão de Educação e Cultura.
Na avaliação do Ministério da Educação, o projeto do Executivo beneficiará 55% dos professores, que recebem abaixo do piso atualmente.
Na justificativa, o governo afirma ainda que o valor estipulado na proposta corresponde à média mensal dos salários pagos aos profissionais da educação, segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais).
Planos de carreira
O relatório preliminar excluiu do piso salarial as gratificações ou outras vantagens eventualmente obtidas pelos professores. A esse piso serão incorporadas as vantagens do cargo, valorizando a carreira e a formação, além de estabelecer na própria lei da regulamentação do piso a obrigatoriedade de os entes federativos - União, Estados e municípios - ajustar esse piso aos seus planos de carreira. A proposta recebeu 112 emendas.
Sendo aprovado na Comissão de Educação, na próxima semana, o projeto, que tramita em regime de prioridade, ainda terá de passar pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 

 

Mídia Max


Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados