Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 24 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Relatório fixa em R$ 1.100,00 piso salarial de professores

6 Jul 2007 - 11h06
Membro da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal, o deputado Antonio Carlos Biffi (PT-MS) participou da apresentação do relatório preliminar sobre o projeto que fixa o piso salarional nacional para os professores do ensino púlbico (PL 619/07), no qual estabelece dois pisos para os profissionais da educação.
Biffi explicou que os professores que possuem o ensino médio, na modalidade Normal, receberão, por jornada de 25 horas semanais, um mínimo de R$ 900.
Em relação aos habilitados em nível superior, em curso de licenciatura, receberão no mínimo R$ 1.100, também pela jornada de 25 horas. No texto original, encaminhado ao Congresso pelo governo, o piso salarial proposto era de R$ 850, por 40 horas semanais.
O deputado petista explicou ainda que o texto poderá sofrer alterações até a próxima quarta-feira (dia 11), quando deverá ser votado e discutido pela Comissão de Educação e Cultura.
Na avaliação do Ministério da Educação, o projeto do Executivo beneficiará 55% dos professores, que recebem abaixo do piso atualmente.
Na justificativa, o governo afirma ainda que o valor estipulado na proposta corresponde à média mensal dos salários pagos aos profissionais da educação, segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais).
Planos de carreira
O relatório preliminar excluiu do piso salarial as gratificações ou outras vantagens eventualmente obtidas pelos professores. A esse piso serão incorporadas as vantagens do cargo, valorizando a carreira e a formação, além de estabelecer na própria lei da regulamentação do piso a obrigatoriedade de os entes federativos - União, Estados e municípios - ajustar esse piso aos seus planos de carreira. A proposta recebeu 112 emendas.
Sendo aprovado na Comissão de Educação, na próxima semana, o projeto, que tramita em regime de prioridade, ainda terá de passar pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 

 

Mídia Max


Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes