Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Reino Unido autoriza clonagem de embrião humano

11 Ago 2004 - 10h57
As autoridades britânicas deram hoje sua autorização para que cientistas da Universidade de Newcastle (nordeste da Inglaterra) clonem embriões humanos com fins terapêuticos. A aprovação da Autoridade Britânica de Fertilidade Humana e Embriologia (HFEA, na sigla em inglês) permitirá que seja realizada a primeira clonagem humana com fins terapêuticos da Europa.

O grupo de cientistas de Newcastle, liderado por Miodrag Stojkovic, apresentou em junho um projeto para usar na clonagem de embriões humanos a mesma técnica empregada na da ovelha Dolly, o primeiro mamífero clonado. Inicialmente, os embriões serão utilizados como fonte de células-tronco para o tratamento de diabéticos. O grande valor das células-tronco, que crescem nos primeiros dias de vida do embrião, está em sua capacidade de virar tecidos de qualquer tipo.

Depois de apresentar o projeto, Stojkovic disse que se trata de "uma grande oportunidade" e especificou que a pesquisa se focará no diabetes, mas que poderá derivar em iniciativas para a cura de outras doenças como o mal de Parkinson e de Alzheimer. "Nossa intenção não é criar humanos, mas salvar vidas", ressaltou o cientista.

A decisão da HFEA é considerada um marco na pesquisa médica e biológica, mas conta com a oposição de grupos religiosos e anti-abortistas. Para o Grupo de Interesse na Genética, que representa 130 organizações beneficentes de famílias com problemas genéticos, milhões de pessoas poderão se beneficiar com a pesquisa.

Por outro lado, o grupo anti-clonagem Alerta sobre a Genética Humana, pediu à HFEA que rejeite o projeto porque "é um esbanjamento de dinheiro público e ultrapassa grandes barreiras éticas".

Clonar um embrião humano com fins terapêuticos é legal no Reino Unido desde janeiro de 2001, quando foi introduzida uma emenda na Lei de Embriologia Humana deste país. No entanto, a clonagem dirigida à reprodução humana continua sendo ilegal e é punida com multas e penas de até dez anos de prisão.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza