Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Reforma universitária não pode excluir cidadãos do campo

3 Set 2004 - 17h35
O professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Miguel Arroyo, acredita que o projeto de Reforma Universitária que está sendo elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) deve ser pensado como projeto de Nação e não pode excluir a importante parcela de cidadãos que vivem no campo. “É impossível pensar um projeto de Nação e da sociedade brasileira sem reconhecer o papel fundamental que tem o campo na construção desse projeto”, alertou.

O professor destacou que o seminário “A Educação do Campo contribuindo na Reforma do Ensino Superior”, promovido nesta semana pelo MEC, é a consolidação de um passo importante dado pelo governo federal durante a Conferência Nacional de Educação no Campo, realizada há dois meses em Luziânia (GO): a definição da educação do campo como política pública. Arroyo, que trabalha há mais de 40 anos com movimentos sociais campesinos na área da educação, também ressaltou as experiências realizadas por esses movimentos no setor da educação, com a formação de técnicos e agrônomos. “A ideia é que essas propostas sejam assumidas pela educação superior”, explicou.

Miguel Arroyo ressaltou que as universidades, tanto públicas quanto privadas, devem se voltar para a solução dos problemas e desigualdades regionais. Ele lembrou que o ensino fundamental (1a à 8a série), atende hoje a quase 97% dos alunos nas cidades e, no campo, a grande maioria só tem até a 4a série. Segundo Arroyo, um dos temas apresentados com insistência foi a necessidade de interiorização das universidades, que se concentram nas cidades e metrópoles brasileiras. “O que se espera é que os jovens do campo encontrem no próprio campo, serviços e educação, inclusive educação superior”, completou.

 

Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS