Menu
SADER_FULL
quarta, 21 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Reclamações sobre crimes virtuais já são quase o dobro em 2007

30 Ago 2007 - 17h20

O comércio pela internet cresceu 57% do ano passado para este ano. Número que não chega a ser surpreendente, porque estimativas de especialistas apontam que as vendas pela rede mundial de computadores podem crescer muito mais: 80% ao ano até 2012.

Mas se há demanda, há também picaretagem neste meio. Pessoas que se aproveitam do bom momento para faturar de maneira criminosa. Vendem e não entregam e se apropriam de dados importantes de consumidores para outros golpes.

Há mais de um mês que o funcionário público Nery Miranda tenta montar o computador. Ele já comprou quase todas as peças, mas faltava o HD, o equipamento que armazena os arquivos. Foi então que decidiu fazer a encomenda pela internet. Pagou, com boleto bancário, R$ 149, mas não recebeu a peça. Dias depois ele descobriu que o site tinha desaparecido: era um golpe.

Nery registrou o caso em um boletim de ocorrência. Para ele foi surpresa, porque sempre fez negócios pela internet. “Antes de comprar agora, com certeza eu vou pesquisar melhor para ver a opinião de outros usuários que já compram pelo site, no caso”, diz.

E a cada ano cresce o número de consumidores que fazem compras pela internet. Só este ano no Brasil, quase 6 milhões de pessoas negociaram produtos sem sair de casa. Mas as reclamações no Procon, também aumentaram: no ano passado foram 48 registros de usuários que fizeram compras pela internet e foram enganados. Este ano já são 23.

A advogada do Procon, Cecília da Costa, faz um alerta para quem costuma utilizar a rede mundial para fazer negócios. “Primeiro verificar se a empresa que você está comprando tem uma política de privacidade, porque você vai oferecer os dados do seu cartão e do seu CPF ao pagar e concluir a compra. Segundo que aquele bem que você está escolhendo está na tela, então você tem que tomar cuidado de imprimir, se você escolheu um CD de tal marca, que tipo de cantor, então você imprima aquilo que você está adquirindo para ter como prova quando o produto chegar. Se ele estiver em descompasso com aquilo que você adquiriu, você pode reclamar para o fornecedor”, ensina.

E o Procon da Capital possui uma “lista negra” das empresas que pisam na bola com o consumidor, nos negócios via internet. Para checar a situação da empresa onde você está efetuando uma compra, ligue para o 3316-9800.

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)