Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Recém-nascido é levado por falsa enfermeira de hospital no Paraná

12 Ago 2010 - 16h57Por Folha Online

Um menino recém-nascido foi sequestrado na noite de quarta-feira (11) no Hospital da Providência, em Apucarana (norte do PR).O menino, que nasceu no começo da tarde, foi levado às 20h30 por uma mulher que se passou por enfermeira.

Segundo a polícia, ela aparentava 30 anos e disse à mãe e à avó da criança que iria levar o recém-nascido para fazer o teste do pezinho. Duas horas depois, estranhando a demora, Thereza Braga da Silva --a avó do bebê-- acionou funcionários do hospital, que comunicaram o sequestro à polícia.

Uma equipe do Sicride (Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas) da Polícia Civil do Paraná chegou na manhã de hoje a Apucarana (325 Km de Curitiba) para ajudar nas investigações.

O delegado Gabriel Junqueira Filho abriu inquérito para apurar o sequestro e disse que faltou, no mínimo, atenção de funcionários do Hospital da Providência.

A direção do hospital negou negligência no desaparecimento. Segundo o hospital, a mulher se aproveitou do horário de visitas para levar a criança.

A Polícia Civil investiga informação de testemunhas de que uma mulher com as características da falsa enfermeira deixou o hospital e embarcou em um veículo Gol preto, com placas de Ponta Grossa (114 km de Curitiba).

A polícia requisitou as fitas de imagens gravadas em praças de pedágio no Paraná para tentar localizar o veículo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido