Menu
SADER_FULL
sábado, 24 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Receita Federal do Estado excluiu mais de 500 empresas

14 Set 2004 - 09h12
 

A Receita Federal em Mato Grosso do Sul já excluiu mais de 500 empresas do Sistema Integrado de Pagamento de Impostos (Simples). Mas nem todos os excluídos são devedores. Tem empresário perdendo o benefício por que não enquadra na legislação do sistema.

Márcio Roberto dos Santos trabalha há 12 anos com serviço de manutenção e reparação de veículos. Há três anos abriu a própria mecânica. Optou pelo sistema integrado de pagamento de impostos e contribuições das microempresas. Agora recebeu a notificação de que está sendo excluído do Simples e discute com o contador como não ser prejudicado. "Com a exclusão 'tô morto'. Posso fechar as portas, depedir os funcionários e trabalhar sozinho", disse. O contador de Santos explica que a contribuição com o Simples, o dono do estabelecimento contribuía com uma alíquota sobre o faturamento da empresa de 4,5%, com a exclusão esse índice vai para 12,5%. 

A Receita Federal também está excluindo do sistema empresas que estão em débito. Mas nesse caso, durante o mês de setembro, é possível negociar a dívida e regularizar a situação.

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção