Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 20 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Reajuste de telefones será dividido em setembro e novembro

13 Jul 2004 - 07h29

Governo e empresas de telefonia fixa acertaram nesta segunda-feira que o reajuste extra das tarifas autorizado pela Justiça no início do mês será dividido em duas parcelas iguais, em setembro e novembro próximos.

O aumento médio da cesta de tarifas será de, no máximo, 8,7%, informou o ministro das Comunicações, Eunício Oliveira, após reunião de cerca de duas horas com representantes das empresas Telemar, Telefônica, Embratel e Brasil Telecom, entre outras.

Os percentuais de reajuste de cada serviço, como pulsos e assinatura básica, serão definidos posteriormente pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), acrescentou Oliveira.

Segundo ele, as negociações não incluíram nenhuma contrapartida para as empresas, como flexibilização de metas. Inicialmente, as companhias não receberam bem a proposta, mas acabaram cedendo.

"O que houve foi a preservação da boa relação com o governo e sobretudo a preservação do consumidor", disse Oliveira a repórteres.

Nos cálculos do ministério, o parcelamento trará, em média, perdas de R$ 140 a R$ 160 milhões por bimestre para cada empresa.

REAJUSTE DE 16%

Com o acordo, o consumidor terá três reajustes de telefone neste ano. O primeiro deles, em vigor desde o início de julho, é a revisão normalmente prevista para 2004, que determina um aumento médio de 6,89% na cesta básica de serviços e de 7,43% na assinatura e nos pulsos.

Os reajustes acertados para setembro e novembro são resultado de decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). No útimo dia 1, o STJ definiu que o índice de inflação a ser empregado na revisão tarifária do setor deve ser o IGP-DI, inicialmente previsto nos contratos de concessão, e não o IPCA, imposto por liminar no ano passado.

Juntos, os três reajustes devem representar um aumento de cerca de 16%, no máximo, na cesta básica de tarifas de telefone fixo em 2004, disse o ministro.

 

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA