Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 18 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Reajuste de telefone não atingirá 8,7%, diz a Anatel

19 Jul 2004 - 10h56
As companhias de telefonia fixa teriam aceitado em reunião na semana passada a não aplicar reajustes até o teto acordado de 8,7%, como forma de repassar a diferença de índice usado como base para reajuste no ano passado. A informação está no site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). O aumento ficará abaixo do teto acordado para os itens de assinatura residencial, pulso e crédito para uso em telefone público. O aumento será feito em duas parcelas, para vigorarem em setembro e em novembro.
No dia 1º de julho o Superior Tribunal de Justiça definiu a utilização do IGP-DI na recomposição tarifária ao invés do IPCA, o que resultou na diferença dos 8,7% a serem repassados. Este mês entrou em vigor o reajuste de 6,89%. O valor retroativo às cobranças do último ano, que tiveram o IPCA como base de aumento, não será cobrado.
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico