Menu
SADER_FULL
terça, 21 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Reajuste de telefone não atingirá 8,7%, diz a Anatel

19 Jul 2004 - 10h56
As companhias de telefonia fixa teriam aceitado em reunião na semana passada a não aplicar reajustes até o teto acordado de 8,7%, como forma de repassar a diferença de índice usado como base para reajuste no ano passado. A informação está no site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). O aumento ficará abaixo do teto acordado para os itens de assinatura residencial, pulso e crédito para uso em telefone público. O aumento será feito em duas parcelas, para vigorarem em setembro e em novembro.
No dia 1º de julho o Superior Tribunal de Justiça definiu a utilização do IGP-DI na recomposição tarifária ao invés do IPCA, o que resultou na diferença dos 8,7% a serem repassados. Este mês entrou em vigor o reajuste de 6,89%. O valor retroativo às cobranças do último ano, que tiveram o IPCA como base de aumento, não será cobrado.
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAIÇÃO
Mulher flagra marido com novinha e a faz andar pelada na rua
ENCONTRO ACABA EM MORTE
Moça que foi estuprada e assassinada saiu de casa para se encontrar com um amigo
RAÇA ASSASSINA
Rottweiler mata doze bezerros em propriedade rural
TRAGEDIA NA RODOVIA
Grave acidente envolve três caminhões e um carro na PR 180; uma pessoa morreu
FÁTIMA DO SUL - NESTA QUARTA-FEIRA
Esclarecimentos sobre porte de armas e suas aquisições acontece nesta quarta-feira em Fátima do Sul
ESTUDANTES
Estudantes podem se inscrever no Sisu a partir desta terça-feira
TECNOLOGIA
Clientes de bancos digitais vão poder sacar dinheiro em padarias e supermercados
VALOR INDEVIDO
Mais de 4 milhões de motoristas vão receber restituição da diferença do DPVAT
DESEMPREGO À VISTA
Petrobras vai demitir funcionário aposentado após reforma da Previdência
BORA PRA BONITO - MS
Passeios em Bonito tem até 60% de desconto para sul-mato-grossenses