Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Raikkonen pede carro mais confiável para a Ferrari

1 Ago 2007 - 16h40
Mesmo 18 pontos atrás do líder do campeonato, o finlandês Kimi Raikkonen revelou que ainda acredita na conquista do título. O piloto da Ferrari, no entanto, pediu um carro mais confiável para a Ferrari, já que ele abandonou na última corrida, em Nurburgring, por problemas mecânicos.

"O campeonato ainda está aberto e eu estou na mesma situação antes da prova na Alemanha", contou o finlandês em entrevista à revista Autosport. "Mas não posso mais passar nenhuma corrida sem somar pontos. Tenho de terminar na frente dos outros que também brigam pelo título."

Raikkonen tem 52 pontos na classificação geral, atrás do inglês Lewis Hamilton (70), do espanhol Fernando Alonso (68) - ambos da equipe McLaren - e do brasileiro Felipe Massa (59) - este último seu companheiro de equipe na Ferrari.

Sobre a prova na Hungria (que acontece neste domingo), Raikkonen disse confiar numa boa apresentação. "Falam que a McLaren é favorita neste circuito, mas não vejo isso. A Ferrari mostrou uma grande evolução desde a corrida de Mônaco. Porém, para conseguir vencer é fundamental largar em primeiro lugar."

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação