Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Quatro Estados não terão segundo turno eleitoral em 2004

23 Ago 2004 - 16h39
O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anunciou que quatro Estados do país não terão segundo turno --previsto para o dia 31 de outubro-- nas eleições municipais de 2004. São os Estados do Acre, Amapá, Roraima e Tocantins.

Pelas regras eleitorais, para ter segundo turno é preciso que a cidade tenha, no mínimo, 200 mil eleitores. Nesses Estados, nem mesmo as capitais contam com esse número de eleitores.

Com essa regra, dos 5.563 municípios brasileiros, apenas 68 terão segundo turno eleitoral.

No lado contrário, São Paulo é o Estado onde mais haverá a maior possibilidade de nova votação, pois há 19 municípios com eleitorado superior a 200 mil. O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com nove cidades.

Para efeito de obrigatoriedade do voto, o segundo turno é considerado uma eleição distinta. Isso significa que o eleitor é obrigado a comparecer às urnas no dia 31 de outubro, tendo votado ou não na primeira fase, no dia 3 de outubro. O mesário que trabalhou no primeiro turno também deve prestar o serviço no segundo pleito.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação