Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 12 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Quadrilha que clonou cartões e ganhou R$ 8 milhões é presa

13 Ago 2007 - 10h24
A Polícia de Mato Grosso prendeu na noite de sexta-feira (10) uma quadrilha que clonava cartões de bancos em vários estados brasileiros. Três homens foram presos em Cuiabá. Segundo a polícia, a quadrilha atuava há quatro anos e já roubou R$ 8 milhões.

De acordo com a polícia, foram encontrados cerca de 60 cartões, dois notebooks, três aparelhos de celular, impressora e outros equipamentos de informática. A polícia também apreendeu uma lista com 200 números de cartões de bancos de vítimas de Manaus.

A quadrilha atuava trocando duas peças do caixa eletrônico onde é colocado o cartão. Feita a mudança, os bandidos capturavam a senha das clientes e retiravam o dinheiro das contas. Uma operação que durava menos de um minuto.

A polícia apreendeu inclusive uma gravação feita pela própria quadrilha no momento da ação. Se forem condenados, os três homens podem pegar de um a cinco anos de prisão cada um.
 

 
G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba
DE GLÓRIA DE DOURADOS PARA O MUNDO
Ana Karla é convidada especial da Hyundai para um talk show neste sábado em São Paulo
1ª INDIGENA NO GOVERNO
Índia da equipe de Jair Bolsonaro já atuou com Cauã Reymond e foi moradora de rua
FINAL DE NOVELA
Valentim beija Rosa em gravação que vai ao ar no fim de 'Segundo sol'; veja mais detalhes
MS CONTEMPLADO
Tereza Cristina Dias do MS é confirmada para ser ministra
EFEITO CASCATA
Bolsonaro vê com 'preocupação' aumento para ministros do STF