Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 24 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Quadrilha acusada de sonegação de imposto é presa em SP e MS

2 Mai 2007 - 14h02
 

Doze pessoas foram presas nesta quarta-feira (2) acusadas de participar de uma quadrilha de sonegadores de impostos que atuavam em São Paulo e no Mato Grosso do Sul. A ação, apelidada de “Operação Viveiro”, foi iniciada esta madrugada e é realizada em parceria entre a Polícia Civil e a Receita Federal. O líder da quadrilha, Cláudio Daniel Mussa, chefiava o esquema de 13 empresas instaladas nos dois Estados.

A investigação começou em maio de 2006, pela Delegacia Seccional de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Segundo o delegado responsável pelo caso, Erasmo Pedroso Filho, o líder da quadrilha é o argentino Claudio Daniel Mussa, preso em Praia Grande, no litoral sul do Estado, acusado por estelionato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. De acordo com Filho, Mussa chefiava o esquema de 13 empresas instaladas em Mato Grosso do Sul e São Paulo. Elas driblavam o pagamento de tributos entrando com pedido de falência sem pagar os impostos devidos.

A mulher de Mussa, Rosana e o engenheiro André Sato também comandariam o esquema de importações ilegais, sonegação de impostos e estelionato. Gerentes de bancos suspeitos de colaborar com as fraudes também foram presos. Os suspeitos abriam empresas, contratavam empréstimos, compravam mercadorias e encerravam o negócio - sem pagar ninguém. Pelas contas da polícia, em três anos foram movimentados R$ 14 milhões.

Após o fechamento, outra empresa era aberta, em nome de novos donos. O grupo também evitava o pagamento de tributos com o repasse de mercadorias de um estado a outros, segundo o delegado. A operação ocorreu nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Praia Grande, São José dos Campos, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra, Juquitiba e Santo André, no estado de São Paulo, e em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul – para onde cinco policiais foram enviados.

Outros 75 policiais civis atuaram nas cidades paulistas, segundo o delegado. A polícia ainda cumpre nesta quarta-feira (2) 20 mandados de busca e apreensão. No fiml da manhã, a Seccional de Taboão contabilizava a apreensão de mais de R$ 90 mil em dinheiro, dois automóveis Mercedes e um Audi, relógios e armas, além de documentos e computadores.

 

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção